Pedágios Mais Caros A Partir de Domingo; Imigrantes Passa de R$ 26

Com previsão, em contrato, de reajuste anual, os pedágios ficam mais caros nas estradas paulistas, a partir da 0h deste domingo (1). A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), autorizou o aumento baseado no acumulado do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (Ipca), entre junho do ano passado e maio deste ano, que foi de 2,85%.

Nas duas rodovias mais importantes que servem de interligação entre a capital e o litoral sul, a Imigrantes e a Anchieta, o aumento é de R$ 0,60. Com isso, quem escolher a Imigrantes para ir ao litoral em carros de passeio vai ter que desembolsar R$ 26,20, o pedágio mais caro do estado.

(Foto: Gilberto Marques/ Portal do Governo de São Paulo/ Divulgação)

 

O aumento vale para 19 concessionárias que atuam no Estado de São Paulo. Outras duas, Viapaulista e Entrevias, vão permanecer com a mesma tarifa até que o contrato complete um ano.

Rodoanel

No Rodoanel Mário Covas, nos trechos leste e oeste, além das praças de pedágio de Eldorado e de Diadema, na Rodovia dos Imigrantes, não haverá reajuste. A Artesp informou ao jornal Agora que nesses casos, como a inflação foi baixa, o arredondamento não alterou a tarifa.

Veja a tabela completa de novos preços aqui.

O Governo do Estado divulgou que “a receita dos pedágios possibilitou mais de R$ 100 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação dos 8,4 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão”.

As estradas de São Paulo, onde há cobrança de pedágio, segundo o governo, estão entre as melhores rodovias do Brasil, aponta levantamento técnico da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

(com informações do Portal do Governo de São Paulo)

Pré-Candidatos Estão Proibidos de Apresentar Programas de TV e Rádio

A partir de hoje (30), as emissoras de rádio e televisão não poderão transmitir programas apresentados ou comentados por pré-candidatos às eleições gerais deste ano. A data está prevista no calendário eleitoral, aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo a Lei nº 9.504/1997, Artigo 45, Parágrafo 1º, a partir desta data, é vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena, no caso de sua escolha na convenção partidária, de imposição de multa à emissora e de cancelamento do registro da candidatura.

O primeiro turno das eleições está marcado para o dia 7 de outubro e o segundo turno, para 28 de outubro. Os eleitores vão às urnas para escolher presidente, governador, senador, deputados federais e estaduais/distritais.

(Texto: Ana Cristina Campos/ Agência Brasil)

Mega Sena Pode Pagar R$ 4,5 Milhões Neste Sábado

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar R$ 4,5 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 2.054, que será sorteado hoje (30). Nenhuma aposta acertou os seis números do concurso anterior, realizado na última quarta-feira (27). De acordo com a Caixa Econômica Federal, aplicado na poupança o prêmio renderia cerca de R$ 16 mil por mês.

O sorteio acontece às 20h, no Caminhão da Sorte, que está em Campina Grande (PB). A aposta mínima na Mega-Sena, de seis números, custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas do país.

Clientes da Caixa com acesso ao internet banking podem fazer suas apostas pelo computador, basta ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. O serviço funciona das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios (quartas e sábados), quando as apostas se encerram às 19h.

(Texto: Agência Brasil)

Polícia Flagra Pesca Ilegal e Aplica Multa de R$ 795 Mil

A Polícia Ambiental flagrou a pesca irregular de 22 toneladas de peixes. A ação foi durante fiscalização em Ilhabela, litoral norte de São Paulo.

Uma equipe do 3º Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) localizou duas embarcações, do Rio de Janeiro, praticando a pesca, na modalidade cerco, dentro de uma Área de Proteção Ambiental Marinha (APA), o que é proibido. Além disso, os tripulantes não possuíam licenças para a pesca.

(Foto: SSP/ Divulgação)

As redes foram abertas e, aproximadamente vinte toneladas de tainha foram devolvidas ao mar com vida. As embarcações, de porte industrial, e todo o equipamento, além de 1,5 tonelada de peixes foram apreendidas. O pescado foi doado para instituições assistenciais da região.

(Foto: SSP/ Divulgação)

Os 25 infratores foram autuados por crime ambiental e receberam multas que totalizaram R$ 795 mil.

(Texto: SSP)

De 15 a 35 Anos: USP Busca Voluntários Para Testar Vacina

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) está à procura de voluntários para testar a vacina contra zika, uma das doenças que podem ser transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O perfil desejado é de adolescentes e adultos de 15 a 35 anos de idade que estejam em boas condições de saúde.

Os testes da vacina são feitos pela FMUSP em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Centro de Pesquisa de Vacinas do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos. O Brasil viveu um surto de zika entre 2015 e 2016, que acendeu os holofotes sobre a gravidade da doença e seus impactos econômicos. Mas, principalmente, sobre a ameaça que o vírus ainda pode causar em diversas regiões do planeta.

O desenvolvimento da vacina, que é feita com amostras de DNA do vírus e não com o vírus vivo, é uma estratégia fundamental para a prevenção da doença. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones (11) 2661-3344, 2661-7214, 2661-2276.

O professor Esper Kallás, titular da disciplina de Imunologia Clínica e Alergia da FMUSP, ressalta o importante papel do voluntariado nos testes vacinais. “Testar as vacinas em populações com grande diversidade genética, ou mesmo em diferentes países, é o que nos permite saber se ela vai funcionar bem na população como um todo antes de ser adotada pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirma Kallás.

O Brasil possui uma das maiores coberturas vacinais do mundo, o que permitiu o controle, eliminação ou mesmo erradicação de muitas doenças mortais. Ainda não é o caso da zika e da chikungunya, outra doença transmitida pelo mosquito, que hoje são classificadas como doenças negligenciadas no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), o que garante prioridade no exame e registro dos produtos.

Ana Maria da Costa, professora do Instituto de Química (IQ) da USP, explica que doenças negligenciadas não são atrativas para a indústria farmacêutica, por se tratarem de doenças mais comuns em países do Terceiro Mundo. “A classificação busca incentivar a pesquisa nessas doenças porque a indústria farmacêutica não lhes dá atenção. A ideia era tratar as doenças de forma diferente e, assim, incentivar o desenvolvimento de medicamentos”, explica a pesquisadora.

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP também estão pesquisando sobre as doenças decorrentes do Aedes aegypti e seu impacto na vida selvagem da Região Nordeste do Estado. Eles coletaram sangue, saliva e fezes de primatas em várias cidades e pretendem criar um mapa para ajudar a identificação das zonas de possível risco de infecção por arbovírus, ou seja, vírus transmitidos por picadas de insetos.

“Essas zonas, sendo identificadas visualmente, auxiliam no entendimento da incidência desses vírus na natureza e ainda podem servir como instrumento de tomada de decisão para órgãos públicos. Será possível compreender a dinâmica dos danos desses vírus na natureza, causando doenças como zika, chikungunya, febre amarela e dengue”, explica o pesquisador Leonardo La Serra, aluno de doutorado em Clínica Médica na FMRP e um dos participantes do estudo.

Em Ribeirão também há um grupo que pesquisa vacinas contra zika, numa parceria entre o Supera, parque de inovação tecnológica da USP, e a empresa norte-americana BioProphecy.

“Estamos contribuindo para que o Brasil seja pioneiro no desenvolvimento da vacina contra o zika vírus. O objetivo é iniciar testes e produção de ensaios clínicos no Brasil ainda em 2018. A maior beneficiada será a população, que terá acesso, com redução dos custos, ao que há de mais moderno na área da saúde,” diz Cleverson Fernandes, CEO da empresa.

(Texto: Portal do Governo de São Paulo)

Você Viu? EUA Autorizam Primeiro Medicamento à Base de Maconha

A Food and Drugs Administration (FDA), órgão que regula remédios e alimentos nos Estados Unidos, anunciou na última quarta-feira (26) a aprovação, pela primeira vez, de um medicamento à base de maconha. O produto foi autorizado para tratar convulsões associadas a duas formas raras e severas de epilepsia em pacientes com 2 anos de idade ou mais.

Em nota, a FDA destacou que a aprovação do medicamento demonstra como o avanço da pesquisa científica sólida para investigar ingredientes derivados da maconha pode levar a terapias importantes.

“Este é um avanço médico importante. Mas também é importante notar que isso não é uma aprovação da maconha ou de todos os seus componentes. Esta é a aprovação de um medicamento específico à base de CBD [canabidiol] para um uso específico. E foi baseado em ensaios clínicos bem controlados avaliando o uso do composto no tratamento de uma condição específica”, diz a nota da entidade.

A FDA destacou ainda que o remédio constitui uma forma purificada de canabidiol, a ser entregue aos pacientes em forma de dosagem confiável no intuito de garantir que as pessoas em tratamento obtenham os benefícios esperados. “É assim que a ciência médica sólida avança”, concluiu o órgão.

(Texto: Paula Laboissière /Agência Brasil)

Assista aos grandes jogos com câmera 180 graus no app SporTV 4K na Rússia

Aplicativo exclusivo oferece opção para assistir as partidas em 4K como se estivesse dentro do estádio

 

Curtir a emoção das grandes partidas in loco é algo para poucos torcedores, mas a Samsung oferece com exclusividade o aplicativo SporTV 4K na Rússia1 que dispõe de uma opção de câmera 180 graus, que fará com que cada consumidor se sinta como se estivesse dentro do estádio.

Durante cada uma das 56 partidas ao vivo transmitidas pelo app, o consumidor que possuir uma TV 4K de verdade Samsung2 terá a opção entre escolher a transmissão tradicional, com narração, comentários e múltiplas câmeras do SporTV ou assistir aos jogos pela câmera 180 graus…

Para continuar lendo, clique aqui.

Metrô: Linha 15 – Prata Não Funcionará no Fim de Semana; Entenda

Devido aos testes do novo sistema de controle dos trens, a Linha 15-Prata do monotrilho ficará fechada neste fim de semana (30 e 1º). Na segunda-feira (2), os usuários da Linha 15-Prata voltam a ser atendidos normalmente, a partir das 4h40.

(Foto: Diogo Moreira/ Portal do Governo de São Paulo)

Durante o período de interdição, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularão no trecho entre as estações Oratório e Vila Prudente.

Para informar os usuários sobre as alterações programadas, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens, colocará cartazes nas estações e publicará informativos nas redes sociais.

Em caso de dúvidas, a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722) atende diariamente, das 5h à meia-noite.

(Texto: Portal do Governo de São Paulo)

Alexandre de Moraes Nega Libertade à Lula

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu negar pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro também rejeitou outro pedido para que o recurso seja julgado pela Segunda Turma da Corte, e não pelo plenário.

Ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

A defesa de Lula recorreu da decisão do relator do pedido de liberdade, ministro Edson Fachin, que, na sexta-feira (22), enviou pedido de liberdade ou prisão domiciliar do ex-presidente para julgamento pelo plenário, e não na turma, como queria a defesa.

No colegiado, há maioria de três votos a favor de mudar o entendimento que autoriza prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça. A turma é formada pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, além de Fachin e Celso de Mello.

Ao justificar o envio, Fachin disse que a questão deve ser tratada pela Corte por exigir análise do trecho da Lei da Ficha Limpa que prevê a suspensão da inelegibilidade “sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal”.

Ontem (28), a defesa de Lula, em novo recurso ao próprio Fachin, afirmou que análise da questão não foi solicitada, e Fachin deve rever sua justificativa.

Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP) e teve a pena executada pelo juiz federal Sergio Moro após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça, conforme definiu o STF.

Com a confirmação da condenação na Operação Lava Jato, o ex-presidente foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados pelos órgãos colegiados da Justiça. No entanto, Lula ainda pode ser beneficiado por uma liminar e disputar as eleições.

(Texto: André Richter/ Agência Brasil)

Sindicatos Criticam e Empresários Aprovam Decisão Sobre Contribuição Sindical

Entidades sindicais de trabalhadores criticaram a decisão do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) que manteve, hoje (29), o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical. A medida foi aprovada pelo Congresso Nacional no ano passado como parte da reforma trabalhista.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 5794 movida por dezenas de federações sindicais alegava que o imposto só poderia ser extinto com a aprovação de uma lei complementar, e não uma lei ordinária.

A Força Sindical destacou que a decisão frustrou as expectativas de entidades que “têm nessa verba o financiamento de suas atividades sindicais em prol da classe trabalhadora”. Apontou também que ainda negocia no Congresso Nacional o estabelecimento de uma nova forma de financiamento. “Da mesma forma, também seguimos na luta por modificações na reforma trabalhista, que penaliza a classe trabalhadora”, complementa a nota assinada pelo presidente interino da Força Sindical, Miguel Eduardo Torres.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) apontou que a decisão já era esperada e é uma forma de avalizar a reforma trabalhista. “É um golpe contra os trabalhadores, que não têm sequer uma regra contra as práticas antissindicais”, afirmou, em texto da entidade, Valeir Ertle, secretário de Assuntos Jurídicos da CUT. Ertle apontou que a central já vem discutindo formas de contribuição que sejam facultativas e decididas em assembleias de trabalhadores.

“O STF não modulou a forma de contribuição e agora vamos trabalhar com as demais centrais sindicais, com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Justiça do Trabalho, para que prevaleça que a decisão em assembleia seja válida para toda categoria”, declarou. O dirigente lembrou ainda que, no Brasil, os sindicatos defendem toda a categoria, seja filiado ou não, diferentemente de outros países em que apenas os sindicalizados são atendidos. “Daí a necessidade da contribuição dos trabalhadores”, reforçou Ertle.

Empresários

A Confederação Nacional da Indústria (CNI), por outro lado, considera que a manutenção do fim da obrigatoriedade da contribuição sindical representa um avanço na “modernização das relações entre sindicatos, trabalhadores e empresas, pela melhor prestação de serviços e efetiva representação das respectivas categorias”. A nota da entidade avalia que a decisão do Supremo confere segurança jurídica para a aplicação da reforma trabalhista.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), José Ricardo Roriz, considerou a decisão do judiciário acertada, pois a contribuição sindical foi tornada facultativa “em um processo legítimo e regular do Poder Legislativo”. “Assim a vontade do trabalhador e das empresas será respeitada, pois poderão contribuir com seus sindicatos de forma espontânea – e não por uma imposição legal”, disse em nota.

(Texto: Camila Maciel/ Agência Brasil)