Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Ator e cantor mexicano ganha busto de beijoqueiro

Pedro Infante foi um dos maiores nomes do cinema mexicano

O ator e cantor Pedro Infante (1917-1957), que foi um dos maiores nomes da música e do cinema do México vai ganhar uma estátua onde poderá ser beijado pelo público. A obra de arte será parte de um centro cultural de Mazatlan, em Sinaloa, e o artista plástico mexicano Ernesto Ríos foi o escolhido para realizar o projeto.

Segundo um vídeo que circulou pelas redes sociais, onde é observado o prefeito Luis Guillermo Benítez Torres aprovando o projeto, o busto do ator Pedro Infante, da Era de Ouro do Cinema Mexicano será interativo e ‘beijará’ aqueles que tiram a foto com ele.

“É um monumento interativo de bronze para Mazatlan, a medida é do tamanho médio de uma pessoa, para que todos possam se sentar e tirar uma foto de Pedro Infante dando-lhes beijando; É a melhor maneira de fazer a alteração e, como você não deve destruir as obras, enviando a para outro local em Mazatlan, a ideia é colocá-la onde estava a anterior, alguns ajustes serão feitos e, quando você for até Olas Altas, encontrará Pedro Infante de frente para você te dando um beijinho”, disse o prefeito em um vídeo.

Ernesto Ríos será responsável pela obra

Ernesto Ríos foi escolhido por causa de sua importância no meio artístico mexicano, segundo disse o prefeito da cidade. “Tem aproximadamente 5 metros de altura, e esse trabalho foi proposto a Ernesto Ríos, o mesmo artista mexicano que fez o mural no Centro de Convenções, e eu realmente gostei muito desse projeto que custará cerca de 10 milhões de pesos”, disse o prefeito.

Pedro Infante marcou o cinema mexicano

Ao lado de Jorge Negrete e Javier Solís, Pedro Infante integrou o famoso grupo “Os Três Galos Mexicanos”. O ator morreu muito jovem, aos 39 anos, no dia 15 de abril de 1957, em Mérida, Yucatán, em um desastre aéreo durante um voo em que ele mesmo pilotava rumo à Cidade do México.

Iniciou sua carreira no cinema em 1939 e durante e chegou a atuar em mais de 60 filmes, e, a partir de 1943, gravou mais de 350 músicas. Por sua atuação no filme Tizoc, ele foi premiado com o Urso de Prata de 1957 no Festival internacional de cinema de Berlim como melhor ator.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by