Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Bauru: Dengue já matou dez pessoas este ano

Por Fernanda Cruz

A prefeitura de Bauru, no interior paulista, informou que já foram registrados 6.008 casos de dengue no município desde o início deste ano. A Divisão de Vigilância Epidemiológica confirmou 10 mortes pela doença, além de nove óbitos que ainda são investigados pelo Instituto Adolfo Lutz.

Os números são elevados, se for considerado que, durante todo o ano passado, foram notificadas 23 mortes por dengue no Brasil inteiro, conforme informações do Ministério da Saúde. No estado de São Paulo, foram 36.791 mil casos do início deste ano até 15 de março.

A preocupação com a dengue aumenta durante o verão, estação que se encerra hoje(20). Nesse período, o volume de chuvas aumentou 22% na capital paulista em 2019, o que propicia a proliferação do vetor, o mosquito Aedes aegypti. Com 54 dias chuvosos e total de chuva de 884,5 milímetros, este foi o nono verão com maior volume de precipitação.

Interior de São Paulo

Dez cidades do interior paulista concentram 56,9% dos registros. Além de Bauru, estão em estado de atenção as cidades de Araraquara (3.275), São José do Rio Preto (3.239), Andradina (2.401), Barretos (1.900), Fernandópolis (1.260), São Joaquim da Barra (1.251), São Paulo (665), Agudos (660) e Palestina (636).

Em nota, a Secretaria Estadual da Saúde informou que o trabalho de campo para combate do mosquito Aedes aegypti compete primordialmente aos municípios. “O Estado presta auxílio por meio de treinamentos técnicos, além de apoio, sempre que necessário, do efetivo da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) para ações de nebulização, entre outras. Em fevereiro, o estado de São Paulo coordenou a intensificação das estratégias de combate ao Aedes”, diz a nota.

Ações em Bauru

A prefeitura de Bauru informou que realizou ações de nebulização no município, na semana passada, em 240 quarteirões dos bairros Vila Falcão, Vila Pacífico, Vila Souto, Vila Paraíso e adjacentes. A aplicação de inseticida tem como objetivo o controle de mosquitos nas áreas com grande concentração de casos.

No entanto, alertou a prefeitura, o inseticida pulverizado mata apenas os mosquitos adultos que estiverem dentro e fora da casa no momento da aplicação. “Portanto, é muito importante evitar que outros mosquitos se criem, eliminando todos os recipientes que contenham ou venham a conter água parada.”

Algumas medidas de prevenção incluem vedar tonéis, caixas e barris de água, trocar a água dos vasos de planta uma vez por semana, manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo e acondicionar apenas pneus em locais cobertos.De acordo com a prefeitura, cerca de 80% dos criadouros do mosquito estão em residências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by