Assaltantes investiram R$ 1 milhão para cavar túnel

Quadrilha queria roubar o Banco Central do Mato Grosso do Sul.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por André Richter

(Carlos Eduardo Orácio/Polícia Civil MS/via Agência Brasil)


A Polícia Civil de Campo Grande divulgou hoje (23) detalhes da investigação que prendeu sete suspeitos de pertencer a quadrilha que cavou um túnel para tentar roubar o cofre de uma agência do Banco do Brasil. 

Em uma operação realizada na madrugada de domingo, agentes prenderam sete suspeitos, que eram investigados há seis meses, na capital do Mato Grosso do Sul. Dois criminosos morreram durante a abordagem. 

Segundo os delegados responsáveis pelo caso, os acusados gastaram aproximadamente R$ 1 milhão para cavar o túnel, que tem 70 metros de comprimento e 6 metros de profundidade. Eles pretendiam levar cerca de R$ 300 milhões da agência, segundo a polícia. 

Para não chamar a atenção de quem trabalha ou mora na região, os investigados alugaram um galpão próximo ao banco e utilizaram ferramentas manuais para produzir menos barulho durante a escavação. Até a chegada da polícia, 100 metros cúbicos de terra, que estavam guardados em sacos dentro do galpão, foram retirados. 

A Polícia Civil também informou que as investigações continuam para identificar e prender outros envolvidos na tentativa de roubo. Cerca de 25 pessoas estariam envolvidas. 

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas