Chefe de facção criminosa morre ao trocar tiros com policiais militares na Grande Natal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Wanderson Wagner do Nascimento Rolemberg, o ‘Marrom da África’ (Foto: PM/Divulgação)

Um bandido morreu na tarde desta segunda-feira(26) após trocar tiros com policiais do Batalhão de Choque da PM (BPChoque) em São Gonçalo do Amarante, cidade da Grande Natal. Wanderson Wagner do Nascimento Rolemberg, o ‘Marrom da África’, era considerado um dos principais chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Rio Grande do Norte, segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar.

Ainda de acordo com a PM, o confronto aconteceu durante um patrulhamento de rotina nas imediações do condomínio residencial Plaza Garden. “Marrom ainda foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu a caminho do hospital”, afirmou o tenente-coronel Eduardo Franco.

Os policiais ainda apreenderam uma pistola 9 milímetros de fabricação turca, que estava em poder de Marrom. “Este tipo de arma é exclusivo do Exército”, acrescentou Franco.

Mortes em presídio

Na madrugada desta segunda-feira(26), corpos de dois presos encontrados mortos e enforcados foram retirados de dentro do Complexo Penal Alcaçuz/Rogério Coutinho Madruga, em Nísia Floresta. Delegado da cidade, Eloy Xavier, acredita que os detentos foram assassinados porque haviam deixado o PCC para fundar uma nova facção: a Legião do Norte.

Ainda de acordo com o delegado, por enquanto não é possível dizer se a Legião do Norte é alguma ramificação ou se possui aliança com a facção Família do Norte, que surgiu nos presídios do Amazonas.

A Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), por sua vez, disse que “não reconhece facções”, e que “todos os internos de suas unidades são apenas presos sob a tutela do Estado”.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas