Carrefour destina lucro das lojas para projetos contra o racismo

Medida foi anunciada após cliente ser morto por seguranças da rede
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O Carrefour anunciou hoje (20), após a morte de João Alberto Silveira Freitas em uma das unidades da rede, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, que vai destinar o lucro de todas as lojas do Brasil nesta sexta-feira para projetos que atuem para combater o racismo. A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

“Essa quantia, obviamente, não reduz a perda irreparável de uma vida, mas é um esforço para ajudar a evitar que isso se repita”, afirmou, em nota, a empresa.

Ainda segundo a reportagem, as lojas abrirão duas horas mais tarde neste sábado (21), para que, neste período, a rede possa reforçar com colaboradores diretos e terceirizados os valores da rede.

O Carrefour informou que rompeu o contrato com a empresa terceirizada de segurança, responsável pela loja onde o João Alberto foi morto.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas