Demanda por serviços pet favorece mercado de trabalho para veterinários

O lucrativo mercado de negócios para animais de estimação não para de crescer no Brasil, conforme demonstram as inaugurações de pet shops em bairros paulistanos como a Vila Mariana, processo que vem incentivando, nas redes sociais, o surgimento dos chamados “pet influencers”

Setor que em 2021 cresceu 27%, atingindo faturamento de R$ 51,7 bilhões no país, segundo o Instituto Pet Brasil, a expansão do mercado pet tem promovido importantes transformações nas relações entre clientes, veterinários e donos de pet shops.

Com uma população de 140 milhões de animais de estimação nos lares brasileiros, a concorrência se tornou muito forte, levando inclusive a uma corrida para conquistar novos públicos, por meio da “humanização” dos bichinhos.

A lucrativa cadeia produtiva para animais de estimação não para de crescer no Brasil, conforme demonstram as várias inaugurações de pet shops em bairros paulistanos como a Vila Mariana, processo que vem incentivando, nas redes sociais, o surgimento dos chamados “pet influencers”, cujos perfis conquistam mais e mais seguidores.

Este aspecto tem levado, nos últimos anos, ao surgimento de uma nova forma de relacionamento e comunicação entre todos os envolvidos neste mercado, por meio das redes sociais.

Enquanto veterinários e donos de lojas ficam cada vez mais famosos por apresentar dicas sobre saúde (doenças, vacinas, tratamentos e até planos funerários) e cuidados estéticos (banho, tosa e corte de unhas) dos pets, muitos tutores de animais de estimação acabam virando celebridades no YouTube, Facebook, Instagram e TikTok, com milhares de seguidores.

Em geral, as postagens seguem o cotidiano da celebridade animal e, a partir do crescimento do número de seguidores desses canais, os influenciadores digitais acabam atraindo parcerias com marcas que desejam expor seus produtos para o público, desde petiscos, rações, acessórios, brinquedinhos, medicamentos etc.

Outra referência mais comum neste segmento, é que os influenciadores podem inclusive ser os próprios bichinhos. Há diversos canais com gatos e cachorros famosos, que contam com milhares de seguidores e seus tutores são pagos por postagens ‘patrocinadas’, aparições de ‘celebridades’ e endossos.

Especificamente no caso dos veterinários influenciadores digitais, eles têm prestado um grande serviço à sociedade, ao explicar ao público leigo detalhes sobre determinados temas que provocam curiosidade e preocupação nos tutores.

Este efeito é chancelado pelo Radar Pet 2021, pesquisa da Comissão de Animais de Companhia, do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal, segundo a qual os tutores têm buscado mais informações na internet, inclusive por meio de influenciadores e redes sociais.

E neste sentido, a Vila Mariana e região, na capital paulista, têm se destacado por contar com dezenas de clínicas e lojas, atraindo cada vez moradores e pessoas que por lá circulam diariamente, processo que cria cada vez mais demanda pesquisas por pet shop na vila mariana.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.