Índice do aluguel acumula inflação de 9,05% em 12 meses

Prévia de julho foi puxada pelos três subíndices do IGP-M.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel em todo o país, registrou inflação de 2,02% na segunda prévia de julho deste ano, taxa superior ao 1,48% da segunda prévia de junho. Com o resultado, divulgado hoje (17) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-M acumula taxa de inflação de 9,05% em 12 meses.

A alta da taxa na segunda prévia de julho foi puxada pelos três subíndices que compõem o IGP-M. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, subiu de 2,20% na prévia de junho para 2,72% na prévia de julho.

O Índice Nacional de Custo da Construção passou de 0,25% para 0,64% no período. Já o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, passou de uma deflação (queda de preços) de 0,14% na prévia de junho para uma inflação de 0,49% na prévia de julho.

Por Victor Abdala – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas