O que você precisa saber antes de investir em dólar

De acordo com especialistas do mercado de capitais, trata-se de uma opção que pode ser bastante atrativa, considerando o perfil e o momento vivido pelo investidor
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
O que você precisa saber antes de investir em dólar
Foto: Anna Nekrashevich/Pexels

A valorização do dólar frente ao real cria um cenário favorável para os brasileiros investirem na moeda norte-americana. De acordo com especialistas do mercado de capitais, trata-se de uma opção que pode ser bastante atrativa, considerando o perfil e o momento vivido pelo investidor. Por isso, é recomendável analisar algumas questões antes de escolher onde e como começar.

Com a cotação do dólar a R$ 5,27, conforme apuração feita em 12 de julho, investir na moeda pode ser interessante para quem busca diversificar a carteira de aplicações; pretende gastar dinheiro no exterior e quer proteger-se das oscilações; tem um perfil mais arrojado para investir em renda variável e não vai precisar do dinheiro em um curto prazo de tempo.

O presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, explica o passo a passo para quem vai investir em 2021. A primeira ação é definir a finalidade com que se busca o investimento e, em seguida, qual é o dinheiro disponível para fazê-lo.

Com essas informações, os passos seguintes são analisar o tempo que se tem para alcançar o objetivo para o qual está investindo e a tolerância aos riscos. Ele destaca que os investimentos que oferecem maior retorno financeiro são, também, os mais arriscados.

Outra orientação do especialista é diversificar a carteira, fazendo algum investimento internacional, como forma de destinar uma parte do recurso disponível à proteção da moeda, tendo em vista as consecutivas altas do dólar.

Conheça as opções disponíveis no mercado

Há diferentes tipos de investimento em dólar. Conhecer as opções disponíveis no mercado e suas particularidades é necessário para uma escolha mais assertiva e compatível com o perfil do investidor.

Os fundos de investimento cambial destinam até 80% do patrimônio em ativos em dólar. É uma oportunidade de proteger os recursos contra futuras variações da moeda, sendo uma opção indicada para quem pretende viajar ao exterior, por exemplo. Há cobrança de Imposto de Renda e de taxa de administração.

O mercado futuro também é uma opção aos investidores. Neste caso, são negociados contratos futuros de dólar, que podem ser mini ou cheios. Na prática, o investidor irá comprar ou vender um ativo em uma data futura com o valor pré-estabelecido. O retorno financeiro está atrelado à valorização da moeda. A tributação segue as alíquotas de investimentos em renda variável.

Outra alternativa é a compra de ações de empresas estrangeiras ou brasileiras que são exportadoras e, por isso, têm boa parte da receita em dólar. É um procedimento que pode oferecer alto retorno financeiro, mas é mais arriscado, sendo destinado aos investidores que têm perfil arrojado. Antes de buscar essa opção, é aconselhável estudar o mercado de capitais e procurar o auxílio de um profissional.

De olho nas oportunidades

Apesar das incertezas diante da pandemia da Covid-19, o cenário macroeconômico dá sinais de que investir em dólar continuará sendo uma boa opção pelos próximos meses, o que confere mais segurança, apesar dos riscos inerentes à renda variável. No entanto, o desafio principal imposto ao investidor é manter-se atento aos impactos da economia global ao mercado de capitais para saber até quando essa opção seguirá atrativa.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas