Férias: Alvo de vazamentos, Moro se licencia do cargo

Afastamento é não remunerado por uma semana.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Alvo de vazamentos de conversas privadas na imprensa, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu afastamento temporário do cargo por uma semana. A licença, segundo publicação no Diário Oficial, entre 15 e 19 de julho, é não remunerada e seria para tratar de assuntos particulares.

A assessoria do ministro informou que neste período Moro estará de férias. Por ter assumido o cargo em janeiro, foi usado o recurso da licença. Durante a ausência de Moro, o secretário-executivo Luiz Pontel responderá interinamente pelo ministério.

Desde o começo de junho, conversas privadas entre o ex-juiz e procuradores da Lava Jato indicam a interferência de Moro em ações da acusação, o que tem sido criticado por juristas. Moro e os procuradores também teriam tramado vazar informações sigilosas de uma delação, para interferir na política na Venezuela, segundo reportagem mais recente, publicada pelo The Intercept Brasil e pela Folha de S. Paulo. O ministro não reconhece a autenticidade das mensagens.

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas