Fila de caminhões: Servidores da Receita mantém protestos

Paralisação é contra o orçamento aprovado pelo Governo Bolsonaro

Servidores da Receita Federal realizam na manhã desta quinta-feira (6) uma paralisação em Roraima. O movimento é um protesto contra o Orçamento da União, aprovado pelo Congresso Nacional. Aproximadamente 200 caminhões se encontram parados em Pacaraima (RR), cidade que faz fronteira com a Venezuela.

Após o Orçamento de 2022 ser determinado, diversos profissionais entregaram seus cargos no mês de dezembro. Um texto emitido na época alegava que o corte feito para parcela equivale ao aumento concedido à Polícia Federal (PF), à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Fila de caminhões estacionados à margem de rodovia.
(Reprodução/via G1)

Para o ano, a União prevê R$ 1,7 bilhão destinado à finalidade. Alguns servidores iniciaram a greve no início da semana, e o movimento seguirá por tempo indeterminado. Os caminhões parados aguardam pela liberação de suas cargas. Eles transportam produtos como arroz feijão, farinha, açúcar, café, entre outros.

Por TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.