Procurador que agrediu chefe vira réu por feminicídio

Réu está preso e vai responder por tentativa de feminicídio

Demétrius Oliveira de Macedo, que foi preso na última quinta-feira (23) por ter espancado sua colega de trabalho, virou réu na Justiça de São Paulo por tentativa de feminicídio, conforme a denúncia do Ministério Público (MP). O caso aconteceu no início da semana passada, na Prefeitura de Registro (SP).

A decisão é do juiz Raphael Ernane Neves, da 1ª Vara do município. O agressor tem 10 dias para apresentar sua defesa prévia.

Rosto de Demétrius Oliveira Macedo. Foto retirada de uma rede social.
Demétrius Oliveira Macedo, autor da agressão

Na ocasião, o homem de 34 anos agrediu a procuradora após descobrir um pedido de abertura de processo contra ele por conta de supostas posturas violentas com colegas.

Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos, é chefe do procurador. Ela havia cobrado providências sobre um episódio de grosseria contra uma funcionária, pois estava com medo de trabalhar no mesmo ambiente que Macedo.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.