Mulher que empurrou Padre Marcelo é do Rio de Janeiro

Ela estava em um excursão e teria problemas mentais.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A mulher que empurrou o Padre Marcelo Rossi de cima do palco durante a celebração de uma missa, em Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo, é do Rio de Janeiro. Ela foi até o local, onde era realizado o acampamento religioso “Por hoje não”, da comunidade Canção Nova, junto com uma excursão.

Após o incidente, ela foi levada para a delegacia de Lorena, onde prestou depoimento. Ao deixar o local do evento o Padre relatou que estava apenas com “algumas ‘dorzinhas’. Isso aí é normal, não quebrou nada. Amém”.

Em um vídeo divulgado pela Canção Nova, o Padre Marcelo disse que estava bem.

“Canção Nova, glória a Deus. Maria passou na frente, pisou na cabeça da serpente. Estou ótimo”, tranquilizou o sacerdote, que preferiu não prestar queixa contra a mulher.

Padre Marcelo Rossi (TV Canção Nova/Reprodução)

A mulher sofre de transtornos mentais, segundo integrantes da excursão relataram aos policiais. Apesar de o Padre não registrar Boletim de Ocorrência, um termo circunstanciado foi aberto com base no relato feito pela comunidade católica Canção Nova.

https://www.youtube.com/watch?v=7N663QmHtPU

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas