“Paulo Gustavo é a expressão da alegria brasileira”, diz Caetano Veloso

Artistas lamentam a morte do ator, vítima da covid-19
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Após semanas internado com covid-19, o ator e humorista Paulo Gustavo morreu nesta terça-feira (04/05), vítima da covid-19 e suas complicações. Ele tinha apenas 42 anos e estreou o longa-metragem de maior bilheteria do cinema nacional.

Com uma trajetória de sucesso no teatro, na televisão e no cinema, o ator nascido em Niterói começou a ganhar visibilidade aos 26 anos, em 2004, ao participar da peça “Surto”, na qual interpretou, pela primeira vez, a famosa personagem “Dona Hermínia”, que se tornou um marco em sua carreira e foi inspirada na mãe do ator.

A personagem ganhou peça de teatro e, posteriormente, uma trilogia no cinema, que vendeu cerca de 22 milhões de ingressos. O terceiro filme da sequência, Minha mãe é uma peça 3, de 2019, se tornou o maior êxito de bilheteira da história do cinema brasileiro.

O ator estava na UTI devido à covid-19 desde 13 de março. Ele foi intubado e chegou a necessitar da ajuda de uma espécie de pulmão artificial. Por fim, teve uma embolia. Ele deixa dois filhos pequenos e o marido, o médico Thales Bretas.

A morte de Paulo Gustavo foi lamentada no meio artístico, com uma série de homenagens nas redes sociais e alertas sobre a gravidade da pandemia:

“O mundo perde um gênio do humor. Hoje a vida perdeu um pouco da graça. O Brasil perde um pedaço precioso seu. Que triste é ter que viver num mundo sem Paulo Gustavo”, escreveu o ator e humorista Fabio Prochat no Twitter.

O youtuber Felipe Neto, também descreveu Paulo Gustavo como um gênio: “Que magnitude tinha o seu passo, sua voz, seu humor. Que absurdo era o seu talento e que dor deixa em nós, por termos visto tão pouco. Porém, mesmo em pouco, vimos tudo. O tudo de um gênio, o tudo de um transformador, de um ídolo, de um mestre”, escreveu no Instagram.

“Aplaudam o grande Paulo Gustavo! O maior comediante que eu já vi!”, escreveu a humorista e
apresentadora Tatá Werneck no Instagram, alertando para a gravidade da pandemia: “Prestem atenção: não deixem essa dor ser em vão. Entendam a gravidade dessa pandemia. Usem máscara. Álcool gel. Distanciamento social. Por favor. Não deixem essa dor ser em vão. Não deixem 400 mil vidas em vão.”

Para Caetano Veloso, Paulo Gustavo é “a expressão da alegria brasileira”. “O povo brasileiro, que encheu os cinemas para rir com Paulo Gustavo, está de luto. E deve revoltar-se contra os responsáveis por nossa vulnerabilidade frente à pandemia que nos tirou essa pessoa amada por representar nossa vocação para o SIM”, escreveu no Twitter.

“A Alegria está triste”, escreveu o apresentador Serginho Gorisman.

“Descanse em Paz meu irmão, você iluminou nossas vidas aqui na terra e agora vai iluminar aí de cima!!!”, lamentou a cantora Preta Gil.

“Assassinos de Paulo Gustavo : quem dizia ‘é só uma gripezinha’; ‘não passa de 200 mortes’; ‘cloroquina resolve’; ‘gente morre todo dia’; ‘Lockdown destrói o país’; ‘máscara nos faz respirar ar viciado’; ‘eu obedeço o comandante’. E por aí vai. Canalhas da pior espécie”, escreveu o escritor Paulo Coelho.

A atriz Mônica Martelli, grande amiga do ator, postou a seguinte mensagem no Instagram: “Meu irmão, eu te amo e pra sempre vou te amar.  Você foi muito bravo e agora pode descansar. Vamos lembrar de você sempre assim. Sorrindo, criando, fazendo o Brasil gargalhar.”

“Um país que gargalha é um país melhor. Muito obrigado. Vá em paz”, escreveu o ator Humberto Carrão.

A ex-presidente Dilma Rousseff disse que “O Brasil perde um ator extraordinário”.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, também usou as redes sociais para lamentar a morte do ator.

* Com Deutsche Welle

lf (ots)

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas