Após apoio do PDT à PEC dos precatórios, Ciro Gomes suspende pré-candidatura à presidência

Político cobrou mudança na posição da bancada do PDT na votação de segundo turno
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Ciro Gomes (PDT), ex-governador do Ceará (Reprodução)

Nesta quinta-feira (4), Ciro Gomes anunciou que deixará suspensa a sua pré-candidatura à presidência da República em 2022, até que o partido ao qual é filiado, o PDT, reavalie a sua posição em relação à PEC dos Precatórios, aprovada na madrugada desta quinta-feira em primeiro turno na Câmara dos Deputados. Ele pede para que o PDT vote contra a PEC no 2º turno.

A PEC, que já havia passado por comissão especial, adia o pagamento de precatórios (dívidas do governo já reconhecidas pela Justiça), a fim abrir espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões para o ano eleitoral de 2022 e assim, viabilizar o lançamento do Auxílio Brasil de R$ 400.  O texto foi aprovado nesta madrugada por 312 votos a 144. O PDT orientou o voto “sim”, a favor da PEC, mas seis deputados votaram contra. Outros 15 foram favoráveis ao texto. Três não votaram.

“Há momentos em que a vida nos traz surpresas fortemente negativas e nos coloca graves desafios. É o que sinto, neste momento, ao deparar-me com a decisão de parte substantiva da bancada do PDT de apoiar a famigerada PEC dos Precatórios”, escreveu Ciro em sua página oficial do Twitter.

Ciro ainda afirmou que o partido não pode “compactuar com a farsa e os erros bolsonaristas”. “Justiça social e defesa dos mais pobres não podem ser confundidas com corrupção, clientelismo grosseiro, erros administrativos graves, desvios de verbas, calotes, quebra de contratos e com abalos ao arcabouço constitucional”, declarou.

Opositores à PEC acreditam que a medida é uma forma de “calote” do governo em credores, uma vez que posterga o pagamento das requisições que são asseguradas pela Justiça.

Por TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.