Boulos é um dos 100 líderes emergentes do mundo, elege Time

Para revista, político mostrou à esquerda brasileira "um novo caminho a seguir"
Guilherme Boulos ao lado de Sonia Guajajara, durante campanha em 2018 (Arquivo/Rovena Rosa/Agência Brasil)

A revista americana Time elegeu Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), como uma das 100 lideranças emergentes que estão moldando o futuro. A lista anual, batizada de “Time 100 Next”, foi divulgada nesta quarta-feira (17/02).

Segundo a publicação, “após dois anos da controversa Presidência de Jair Bolsonaro, a fragmentada esquerda brasileira tem tido dificuldade em se unir em torno de um líder a fim de desafiar a extrema direita”. Mas “Guilherme Boulos começou a mudar isso”.

Notíciasrelacionadas

Boulos, do Psol, concorreu à Presidência da República em 2018, mas em termos de resultados eleitorais sua candidatura de mais peso foi no ano passado, quando disputou a prefeitura de São Paulo, chegando inclusive ao segundo turno contra o atual prefeito Bruno Covas (PSDB). O tucano acabou sendo reeleito com 59,4% dos votos, contra 40,6% do candidato do Psol.

“Um mês antes do primeiro turno da eleição, ele estava em quarto lugar como candidato de um partido minoritário, com apenas 10% dos votos esperados. Mas, ao conquistar os jovens e energizar eleitores desiludidos com a esquerda dominante do Partido dos Trabalhadores, Boulos derrotou o candidato preferido de Bolsonaro, entre outros, para chegar ao segundo turno”, diz a Time.

Mesmo tendo perdido a eleição em São Paulo, a revista afirma que “o desempenho surpreendente de Boulos na influente cidade o estabeleceu como uma figura ascendente na política brasileira e deu à esquerda um novo caminho a seguir”.

“Muitos esperam que Boulos concorra à Presidência em 2022 e desempenhe um papel importante na reconstrução da força da esquerda nesse ínterim”, completa a publicação americana, em texto assinado pela repórter Ciara Nugent, que cobre América Latina.

Boulos, nascido e criado em São Paulo e destacado pela Time como tendo trabalhado por duas décadas como líder comunitário em bairros pobres, comemorou sua inclusão na lista.

“Invadindo a Time! Fico honrado em estar na lista #TIME100Next da Revista Time, como uma das 100 lideranças emergentes do mundo. O futuro é logo ali!”, escreveu ele no Twitter.

Outros nomes na lista

Os 100 nomes na lista são classificados entre artistas, fenômenos, líderes, ativistas e inovadores. Boulos aparece na classificação de líderes, que inclui também a primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, a líder da oposição em Belarus Svetlana Tikhanovskaya e o conselheiro de Segurança Nacional do presidente Joe Biden, nos Estados Unidos, Jake Sullivan.

Outra brasileira na lista deste ano é a cantora Anitta, descrita pela Time como uma “verdadeira malandra que transformou seu movimento em um império”. “Ela pegou o som do Brasil – o funk – e o elevou a outro nível, para que os sons sejam para todos”, diz a revista. “Ela tem talento suficiente para continuar conquistando o mundo.”

Já em 2019, a lista de 100 lideranças emergentes incluiu a deputada Tabata Amaral (PDT-SP).

Por Deutsche Welle

ek/lf (ots)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo