Cotado para ser vice de Lula, Alckmin lidera pesquisas para governador

Atrás de Alckmin nas pesquisas aparece Fernando Haddad, do PT

A pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (18) mostra que o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) lidera as pesquisas para voltar ao cargo em 2023, com 28% das intenções de voto para as eleições de 2022.

Em seguida, aparece o candidato Fernando Haddad (PT), ex-prefeito da capital paulista, com 19%. Apesar de parecer um segundo turno possível, o cenário não é um dos mais prováveis.

Muito se especula em uma possível chapa para a Presidência da República com Alckmin, que recentemente saiu do PSDB, como vice de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Geraldo Alckmin, homem branco, poucos cabelos, usa óculos e está de terno escuro e camisa social branca. Ao lado, em uma montagem, Fernando Haddad, homem branco, cabelos repartidos no meio, usa camisa social cinza.
Geraldo Alckmin e Fernando Haddad (Montagem TV Cultura/Reprodução)

No cenário em que Alckmin não concorre ao Governo do Estado, Haddad lidera a corrida com 28% das intenções de votos. Uma terceira hipótese também foi levantada, na qual nenhum dos dois concorre ao cargo. Nesse caso, Márcio França (PSB) assumiria a liderança.

Guilherme Boulos (PSOL) também aparece como uma possibilidade da esquerda. No primeiro cenário, com Alckmin e Haddad na disputa, correriam atrás dos possíveis candidatos França com 13%, Boulos com 10%, Tarcísio de Freitas (sem partido) com 5%, Arthur do Val (Patriota) com 2%, Abraham Weintraub (sem partido) com 1%, Vinicius Poit (Novo) com 1% e votos em branco/nulo/nenhum com 16%. Outros 4% não sabem em quem votar.

Por TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.