Defesa de Battisti diz que foi surpreendida por ordem de prisão

Advogados vão recorrer contra a prisão.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Cesare Battisti ao deixar o presídio, em 2011 (Arquivo/Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O advogado Igor Sant’Anna Tamasauskas, que defende o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, disse hoje (14), por meio de nota, que foi surpreendido com a decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que mandou prendê-lo, abrindo espaço para sua extradição para a Itália.

“A defesa de Battisti informa que foi surpreendida com a decisão de ontem, 13/12, e providenciará o recurso necessário para sua revisão”, informa a nota divulgada pelo escritório de Tamasauskas, em São Paulo.



Na Itália, Battisti foi condenado por quatro homicídios na década de 1970. Ele vive no Brasil onde, segundo as informações mais recentes, mora em casa de amigos, em Cananeia, no litoral de São Paulo.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas