DEM abandona Maia e assume postura independente na eleições da Câmara

Eleição da nova mesa diretora começa hoje
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados (Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

O DEM, partido do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu ficar isento nas eleições que decidem o novo presidente da Casa, nesta segunda-feira (1º). A decisão foi tomada após uma reunião realizada na noite do último domingo (31), em Brasília. 

O acontecimento é mais uma derrota para Baleia Rossi (MDB-SP), candidato apoiado por Maia. Com o partido, o bloco de Baleia contava com 238 parlamentares, agora são 207. Ele tenta vencer Arthur Lira (PP-AL) no pleito, candidato do presidente Jair Bolsonaro. 

Ter um bloco partidário grande tem importância nas eleições porque isso define a ordem dos partidos na escolha dos componentes da Mesa Diretora e nas comissões. 

Para ser eleito presidente da Câmara dos Deputados em primeiro turno, é preciso ter 257 votos. A Casa conta com 513 deputados no total. 

Leia a nota divulgada pelo DEM:

Em reunião realizada neste domingo (31), a Executiva Nacional do Democratas decidiu assumir postura de independência no processo de eleição da Mesa Diretora da Câmara, sem a formalização de apoio a nenhum dos blocos.

A definição foi tomada pela unanimidade dos membros da Executiva, visando a preservação da unidade partidária.  

Executiva Nacional
Democratas

Por TV Cultura

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas