Lula lidera corrida presidencial para 2022

Petista venceria Bolsonaro nos dois turnos, com larga vantagem
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Depois de recuperar os direitos políticos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida presidencial para as eleições de 2022. Segundo pesquisa do DataFolha, ele alcança 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% do atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 

A pesquisa também considerou outros nomes na corrida presidencial. No segundo pelotão das pesquisas aparecem o ex-juiz Sergio Moro (sem partido) com 7% das intenções de voto, Ciro Gomes (PDT) com 6%, o apresentador Luciano Huck (sem partido) com 4% e o governador de São Paulo João Doria(PSDB) com 3%. 

No fim da fila, aparecem empatados com 2% das intenções de voto o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o empresário João Amoêdo(Novo). Outros 9% disseram que pretendem votar em branco, nulo, ou em nenhum candidato, e 4% se disseram indecisos.

O DataFolha falou com 2.071 pessoas, de forma presencial, em 146 municípios, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Segundo Turno 

Em um eventual segundo turno, o petista levaria grande vantagem contra Bolsonaro, com uma margem de 55% a 32%. A pesquisa identificou que eleitores de Doria, Ciro e Huck votariam em Lula, enquanto o atual presidente herdaria os votos de boa parte dos eleitores de Moro. 

Lula também venceria o segundo turno contra Moro (53% a 33%) e Doria (57 a 21%). Bolsonaro empataria tecnicamente contra Doria e perderia para Ciro Gomes (36% a 48%). 

Essa é a primeira pesquisa do DataFolha após a decisão do ministro do STF Edson Fachin, quando ele anulou as condenações do ex-presidente. As decisões do Supremo não significam que ele foi absolvido, pois as quatros ações penais que o ex-presidente responde na Lava Jato seguem tramitando na Justiça de Brasília.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas