“Na vida, a Bíblia; no STF, a Constituição”, diz André Mendonça em sabatina

André Mendonça foi indicado ao cargo no STF por Jair Bolsonaro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Durante sua sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do Senado Federal, na manhã desta hoje (1), André Mendonça disse que segue as regras da Bíblia em sua vida pessoal, mas que no Supremo Tribunal Federal (STF) agirá de acordo com a Constituição do Brasil. “Na vida, a Bíblia; no STF, a Constituição”, afirmou.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-advogado-geral da União foi indicado à Corte por Jair Bolsonaro (PL) após a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello.

“Reafirmo meu compromisso em respeitar as ações tanto do Poder Legislativo como do Poder Executivo. Me comprometo com o Estado laico”, disse Mendonça.

André Mendonça, indicado ao STF por Bolsonaro (Agência Senado/Reprodução)

Ele ainda completou que nunca teve a intenção de “perseguir ou intimidar” críticos ao Presidente da República quando requisitou abertura de inquéritos, ainda no Ministério.

Mendonça também prometeu dar “tratamento igualitário a todas as partes” e assumir o “compromisso com a Justiça e com o aperfeiçoamento do Estado Democrático de Direito”. Ele conclui que sabe “a distinção dos papéis de um ministro de Estado e de um ministro do STF”.

*com TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.