Pesquisa diz que Lula pode vencer no primeiro turno

Primeiro levantamento do ano mostra petista com 45% das intenções de voto
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A pesquisa realizada pela Quaest Consultoria e encomendada pela Genial Investimentos revelou que, caso as eleições presidenciais ocorressem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria ainda no primeiro turno.

O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral, e as entrevistas foram feitas entre os dias 6 e 9 de janeiro. Os resultados mostram o petista com 45% da preferência dos eleitores, quatro pontos percentuais a mais do que a soma dos outros candidatos.

Candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL) vem na segunda posição, com 23%. O ex-juiz Sérgio Moro (Podemos) é o terceiro colocado, com 9%. Na sequência aparecem o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 5%, o governador de São Paulo João Dória (PSDB) com 3% e a senadora Simone Tebet (MDB), com 1%.

(Reprodução)

O presidente do Senado Rodrigo Pacheco (PSD) e o candidato do Novo Luiz Felipe d’Ávila não pontuaram. A pesquisa entrevistou 2.000 pessoas, no primeiro levantamento divulgado neste ano eleitoral.

Na simulação do segundo turno, Lula venceria os adversários por pelo menos 20 pontos percentuais de diferença. Contra o atual presidente, a vitória seria de 54% a 30%. Contra Sérgio Moro, ele teria 50% dos votos, contra 30%.

Na pesquisa sem lista de candidatos, o ex-presidente está à frente de Bolsonaro, mas fica atrás dos indecisos. O resultado tem: 52% de indecisos, 27% para Lula, 16% para Bolsonaro e 1% para Moro e Ciro Gomes.

De acordo com a Quaest Consultoria, 26% dos entrevistados não querem a vitória de Lula ou Bolsonaro e alimentam a esperança da chamada terceira via.

Por TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *