Sergio Moro pede demissão do governo Bolsonaro

Ex-juiz teria discordado da troca do comando da PF.
Sergio Moro pede demissão e deixa o ministério da Justiça e Segurança Pública
(Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu demissão do cargo e vai deixar o Governo de Jair Bolsonaro. O anúncio foi feito pelo próprio Moro em entrevista coletiva na manhã de hoje (24).

Ele iniciou pronunciamento dizendo lamentar fazer a declaração diante da pandemia de Covid-19, fez uma análise sobre seu trabalho no ministério e concluiu com o anúncio da demissão.

Notíciasrelacionadas

A saída dele do ministério já era ventilada desde a manhã de ontem (23), quando Bolsonaro decidiu exonerar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, indicado por Moro ao cargo. A Folha de S. Paulo chegou a publicar que Moro já havia pedido demissão e que Bolsonaro tentava reverter a decisão do ex-juiz.

Moro disse que as pressões de Bolsonaro para trocar o comando da PF vinham desde o segundo semestre de 2019. “Presidente, eu preciso de um causa”, teria argumentado.

A exoneração de Valeixo foi publicada no Diário Oficial da União na madrugada de hoje. Moro confirmou que foi surpreendido pela publicação e negou que Valeixo tivesse pedido demissão. “Achei isso ofensivo”, disse.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo