Crimes graves, como estupro e latrocínio, crescem em setembro

Crimes aparecem no indicador que analisa ocorrências em todo Estado de São Paulo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O estado de São Paulo terminou o mês de setembro com aumento dos casos de estupro e latrocínio – roubo seguido de morte –, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Houve aumento também de roubos e furtos em geral. Já os casos e vítimas de homicídios dolosos – quando há intenção de matar – tiveram queda no período. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

O indicador de estupros aumentou de 1.038 em setembro de 2020 para 1.076 em setembro deste ano. Em relação aos latrocínios, os índices de ocorrências e de vítimas aumentaram de 15 para 22 e de 15 para 23, respectivamente.

As mortes intencionais caíram no mês passado, em comparação com o mesmo mês de 2020, passando de 238 casos para 226. A quantidade de vítimas desse crime também teve recuo no período, passou de 248 para 243. Com as variações, as taxas dos últimos 12 meses (de outubro de 2020 a setembro de 2021) caíram para 6,32 casos e 6,68 vítimas para cada grupo de 100 mil habitantes.

Os indicadores de roubos, assim como o de furtos, apresentaram crescimento no período. Os roubos em geral subiram de 15.225 para 19.359 e os furtos em geral foram de 30.571 para 42.722.

O indicador de roubos de veículos cresceu de 2.247 para 2.902. Os roubos de cargas também apresentaram alta, passando de 428 para 468 casos. Na modalidade de furtos de veículos, o total passou de 5.180 para 6.984.

O índice de roubo a banco permaneceu estável, com apenas uma ocorrência contabilizada. É a terceira vez que o indicador registra um caso em um mês de setembro.

No indicador de extorsão mediante sequestro, a queda foi de um caso. Foram dois boletins de ocorrência dessa natureza no mês passado, contra três registrados em setembro de 2020.

Por Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas