Dia D: Estado busca 442 mil pessoas com 2ª dose da vacina atrasada contra covid-19

Mais de cinco mil pontos de vacinação vão funcionar no Dia D
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Gov. do Estado de SP)

O Governo do Estado de São Paulo promove no próximo sábado (5) o Dia D para aplicar a segunda dose da vacina contra Covid-19 em quem não compareceu aos postos nos prazos indicados para receber a imunização completa e garantir a proteção contra a doença.

“Iremos fazer uma grande ação de apoio aos municípios para que possam, além de aplicar a segunda dose, realizar a digitação e atualização das vacinas que por ventura os pacientes podem ter sido imunizados e não registrados na plataforma Vacivida”, afirmou Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI).

A iniciativa é dedicada exclusivamente a alcançar mais de 400 mil pessoas que não completaram o seu esquema vacinal, ou seja, receberam apenas a primeira dose e perderam o prazo da segunda – 28 dias para a vacina do Butantan e 12 semanas para a da Fiocruz/Astrazeneca.

Em parceria com os municípios, mais de 5 mil pontos de vacinação no estado estarão abertos das 7 às 18h (confira as estratégias e horários de funcionamento das unidades de saúde nos canais oficiais da sua cidade).

Levantamento atualizado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta quarta-feira (2), aponta que 442 mil pessoas estão com a segunda dose em atraso, somando 172 mil relacionados à vacina da Fiocruz e 270 mil do Butantan. Os números de hoje evidenciam que mais de 59 mil pessoas que estavam com esta pendência compareceram aos postos nos últimos sete dias, uma vez que havia mais de 501,6 mil faltosos conforme balanço do dia 28 de maio.

O Governo de SP vai repassar até 3 milhões de reais referentes a etapas (valor extra) para que as prefeituras possam programar e remunerar seus profissionais e equipes que trabalharão no Dia D.

Além disso, a Secretaria da Saúde encaminhou na semana passada 279.815 doses extras de vacina do Butantan para cerca de 500 cidades utilizarem unicamente para aplicar a segunda dose.

Este número foi informado à pasta estadual pelas próprias prefeituras, em consulta realizada aos 645 municípios pelo Cosems (Conselho de Secretários Municipais de Saúde) na última semana. O levantamento foi feito devido à necessidade de garantir proteção adequada para a população, em razão dos apontamentos da necessidade de doses complementares.

Rotineiramente, o Governo de São Paulo define as remessas de doses necessárias para uma das 645 cidades avançar em cada etapa da campanha com base nas estatísticas populacionais previstas pelo Ministério da Saúde para cada faixa etária ou público específico. Os quantitativos de primeira e segunda dose são sempre idênticos, realizados em duas entregas diferentes para que o município realize a aplicação e conclua a imunização das pessoas respeitando os cronogramas, públicos e prazos estipulados pelo Plano Estadual de Imunização (PEI) de SP.

Por Gov. do Estado de SP

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas