Em fase de transição, comércio volta a funcionar hoje

Cultos religiosos são liberados, mas com protocolos de prevenção
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Arquivo/Divulgação)

O Estado de São Paulo entra neste domingo (18) em uma fase de transição de restrições para controle do avanço da pandemia, na qual setor da atividade econômica voltam a funcionar. A nova fase está dividida em dois períodos, segundo o vice-governador Rodrigo Garcia.

Na primeira semana, de 18 a 23 de abril, a flexibilização acontecerá para o setor do comércio, incluindo lojas de shopping, com funcionamento permitido das 11h às 19h. Neste período, também será permitida a realização de cerimônias e cultos religiosos com restrições, desde que seguidos rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social.

No período de 24 a 30 de abril, além dos estabelecimentos comerciais, poderão voltar a funcionar as atividades ligadas ao setor de serviços como restaurantes e similares (lanchonetes, casas de sucos, bares com função de restaurante), salões de beleza e barbearias, atividades culturais, parques, clubes e academias. O horário de funcionamento será das 11h às 19h, com exceção das academias, que poderão abrir das 7h às 11h e das 15h às 19h.

“A fase de transição é necessária para que possamos dar passos seguros adiante sem o risco de retroceder. O apoio da população nesse novo momento da pandemia continua sendo fundamental. Não é hora de baixarmos a guarda”, afirmou.

Para evitar aglomerações, a capacidade de ocupação permitida nos estabelecimentos na fase de transição será de 25%. O toque de recolher continua em vigência em todo o Estado, das 20h às 5h, assim como a orientação para o teletrabalho para as atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horário na entrada e saída das atividades do comércio, serviços e indústrias. A próxima atualização do Plano SP acontecerá a partir do dia 1 de maio.

Casos

Números divulgados nesta sexta-feira (16) mostram que o Estado de São Paulo registrava um total de 87.326 mortes e 2.722.077 casos confirmados pela COVID-19. Entre os infectados, 2.337.994 estão recuperados e, desse total, 276.222 estiveram internados e receberam alta hospitalar.

O número de internações segue em declínio, segundo o Estado. São 24.792 internados, sendo 13.194 em leitos de Terapia Intensiva e 11.598 em enfermaria. As taxas de ocupação dos leitos de UTI registradas hoje foram de 83,3% na Grande São Paulo e 85% no Estado.

*Com gov. do Estado de São Paulo

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas