Estado começa a vacinar pessoas com deficiência permanente sem BPC

Grávidas e puérperas sem comorbidades também estão no grupo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Pessoas com deficiência permanente e que não recebem o benefício de prestação continuada (BPC) começam a ser vacinadas contra a covid-19 nesta quinta-feira no estado de São Paulo. Além desse grupo, começam a ser vacinadas amanhã contra a doença grávidas e puérperas sem comorbidades.

Segundo o governo paulista, a expectativa é vacinar 400 mil gestantes e puérperas sem comorbidades e 1 milhão de pessoas com deficiência permanente com idade entre 18 a 59 anos. Para receber a vacina, é preciso apresentar documento que comprove a situação, como laudos médicos.

Antecipação

O governo do estado anunciou hoje (9) que vai antecipar em 15 dias a vacinação contra a covid-19 por faixas etárias. “Todos os grupos de pessoas por idade e sem comorbidades serão vacinados com 15 dias de antecedência em relação ao calendário apresentado anteriormente”, disse o governador João Doria.

Com isso, adultos com idade entre 59 e 55 anos de idade, sem comorbidades, começam a ser vacinados em São Paulo a partir do dia 16. Esse público é estimado em cerca de 1,2 milhão de pessoas. As  pessoas na faixa de 54 anos serão imunizadas entre os dias 9 e 19 de julho e as que têm de 50 e 53 anos, entre os dias 20 de julho e 3 de agosto.

Em agosto, a partir do dia 4, começam a ser vacinadas pessoas entre 45 e 49 anos de idade. No dia 19 de agosto, começam a ser imunizados pessoas com idade entre 40 e 44 anos e, no dia 29, as que têm de 35 a 39 anos.

Em 8 de setembro, São Paulo inicia a vacinação das pessoas na faixa de 30 a 34 ano e, no dia 18, das que têm entre 25 e 29 anos. A última etapa da vacinação de adultos terá início no dia 28 de setembro, incluindo do público entre 18 e 24 anos.

O calendário geral de vacinação em São Paulo pode ser acessado no site do governo de São Paulo.

A orientação é que as pessoas façam um pré-cadastro no Vacinajasite do governo estadual. O preenchimento não é obrigatório, mas o pré-cadastro agiliza o atendimento no momento de se vacinar.

Professores

Nesta quarta-feira, teve início em São Paulo a vacinação de 80 mil trabalhadores da educação básica com idade entre 45 e 46 anos. Essa vacinação engloba funcionários da rede pública e privada. 

Na próxima sexta-feira (11), começa a vacinação de professores e demais trabalhadores da educação básica do estado com idade entre 18 e 44 anos. A expectativa do governo é vacinar cerca de 360 mil pessoas desse grupo.

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas