Estado tem 25 hospitais com mais de 95% de ocupação de UTIs

Para amenizar problema, estado instalará mais 11 hospitais de campanha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Gov. do Estado de SP)

No estado de São Paulo, pelo menos 25 hospitais públicos estão com mais de 95% dos leitos das unidades de terapia intensiva (UTI) ocupados devido ao aumento do número de pacientes com covid-19. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, em 19 hospitais, as UTIs estão completamente lotadas.

Entre os hospitais com UTIs 100% ocupadas, nove ficam na capital paulista e três em cidades da região metropolitana – Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos e Itapecerica da Serra. Ainda na Grande São Paulo, têm mais de 95% de ocupação dos leitos de tratamento intensivo hospitais nos municípios de Santo André e Francisco Morato. O Hospital Geral de Vila Penteado, na zona norte paulistana, também está com UTI quase lotada.

De acordo com a secretaria, com muitos hospitais nesta situação, até o remanejamento de pacientes para garantir o tratamento é difícil. “Este cenário impacta inclusive na realização de transferências”, enfatiza a nota da pasta.

Segundo o balanço da secretaria, o remanejamento de pacientes para aproveitar melhor as vagas oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no estado já viabilizou o tratamento para 170,3 mil pessoas durante toda a pandemia. “Cada solicitação é avaliada por médicos reguladores, sendo crucial a atualização do quadro clínico”.

As transferências dependem ainda de o paciente apresentar condições para deslocamento seguro, cabendo ao serviço de origem a estabilização clínica e o transporte”, detalha a pasta sobre o procedimento.

Mais leitos

Para amenizar o problema, o governo de São Paulo anunciou que vai instalar mais 11 hospitais de campanha, além dos quatro que estão em funcionamento atualmente.

Também devem ser abertos nos próximos 20 dias 780 novos leitos hospitalares, incluindo 479 de UTI.

Por Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas