Falha no Carro: Proprietário Que Sofreu Acidente Ganha Indenização

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Foto: TJ-SP/ Divulgação)

A Justiça de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, condenou uma concessionária e uma montadora a pagar indenização ao dono de um carro que sofreu acidente no dia seguinte à compra. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, consta no processo que o autor da ação comprou o carro com câmbio automático, zero quilômetro.

Um dia depois de retirar o veículo, no valor de R$ 69 mil, o carro perdeu potência e velocidade enquanto trafegava. Uma caminhonete que vinha logo atrás bateu na traseira.

O proprietário mandou o veículo para a concessionária, que teria se negado ao atendimento. O fabricante também não se manifestou após uma notificação encaminhada.

A juíza Loredana Henck Cano de Carvalho, de Ribeirão, enfatizou na decisão que a perícia comprovou a falha no veículo. “Na fixação de tal valor considero a ofensa à incolumidade física e psicológica do autor e de seus familiares, o fato de que se tratava de veículo novo, a negligência com que as rés trataram o autor, negando-lhe atendimento, o preço do veículo, o fato de que se tratava de viagem a lazer, que restou frustrada, bem como o fato de que o autor cumpriu exemplarmente com sua obrigação no negócio, pagando à vista.”

A concessionária e a montadora terão que pagar R$ 10 mil por danos morais ao dono do carro. A magistrada também impôs a rescisão definitiva do contrato de compra e obrigou a devolução do investimento feito pelo autor da ação em acessórios, o ressarcimento de gastos com o IPVA e o Seguro Obrigatório, e dos custos com o processo movido pelo dono da caminhonete contra o proprietário do carro com defeito.

Como a decisão é em primeira instância, a concessionária e a montadora ainda podem recorrer.

Leia no processo qual a montadora e a concessionária envolvidas no caso.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas