Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Mortes no litoral sobem para 19 e há 29 desaparecidos

Local onde Bombeiros foram soterrados no Morro do Macaco Molhado, no Guarujá
(Governo do Estado de SP/Reprodução)

A Defesa Civil do Estado de São Paulo atualizou na manhã de hoje (4) o número de vítimas e desaparecidos no litoral sul de São Paulo. Até agora 19 pessoas tiveram a morte confirmada e outras 29 ainda estão desaparecidas.

Segundo o boletim da Defesa Civil, as mortes aconteceram em três cidades: Guarujá (15 óbitos e 22 desaparecidos), Santos (3 óbitos e 5 desaparecidos) e São Vicente (1 óbito e 2 desaparecidos).

O número atual de desabrigados é de 155 no Guarujá, 6 em São Vicente e 37 em Santos.

Ajuda



O Governo do Estado de São Paulo iniciou o envio de ajuda humanitária para apoio e atendimento a centenas de desabrigados e desalojados devido a chuvas intensas na Baixada Santista. A Defesa Civil do Estado e o Fundo Social de São Paulo coordenam a remessa de 4,6 toneladas de materiais para vítimas nas cidades de Guarujá, Santos e São Vicente.

O trabalho de atendimento é feito com apoio das prefeituras e entidades assistenciais do litoral. Colchões, cobertores, cestas básicas, água sanitária e água potável também serão enviados aos municípios afetados.

Ontem (3), o governador João Doria estimulou a comunidade a fazer doações para ajudar as vítimas das chuvas no litoral.

“Quero fazer um apelo para aqueles que puderem e quiserem se solidarizar, podem fazer doação de água mineral, colchões novos e itens de higiene pessoal. Podem entregar por meio do Fundo Social ou da Defesa Civil de Santos, do Guarujá e São Vicente. Toda ajuda é bem-vinda”, disse Doria.

O Fundo Social de São Paulo informou que os municípios da Baixada Santista estão sendo atendidos com produtos e mantimentos. Já foram entregues 200 galões de água mineral, 190 garrafas de suco, 700 mantas e cobertores e 55 caixas de roupas.

Na capital, as doações podem ser entregues no depósito do Fundo Social de São Paulo, na avenida Marechal Mário Guedes, 301, no bairro do Jaguaré, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Já nos municípios afetados, os pontos de arrecadação são definidos e informados pelas prefeituras.

*Com informações do Governo do Estado de SP

Última atualização em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *