Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Após 1,1 mil casos de Covid-19, Santos quer bloqueio de rodovias

Prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) pediu ao governo paulista a ampliação de leitos em hospitais e bloqueios no Sistema Anchieta-Imigrantes
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Com alta lotação hospitalar, a prefeitura de Santos pediu mais leitos ao governo estadual (Foto:Prefeitura de Santos/divulgação)

Primeira cidade paulista fora da região metropolitana de São Paulo a atingir mil casos confirmados da covid-19, a prefeitura de Santos, no litoral paulista, pede ajuda para ampliar o isolamento. A cidade confirmou na manhã deste sábado, 9, 1.120 casos, 68 mortes e tem 322 pacientes internados, além de 17 óbitos em investigação.

A ocupação de leitos hospitalares nas redes pública e privada chegou a 72%. Nessa sexta-feira, 8, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) pediu ao governo paulista a ampliação de leitos em hospitais e bloqueios no Sistema Anchieta-Imigrantes para evitar a entrada de turistas na região.


Os nove municípios da Baixada Santista já somam 2.513 casos e 170 mortes pela covid-19. Há ainda 1.622 casos suspeitos e 345 pacientes internados, além de 49 mortes em investigação. Em 24 horas, houve aumento de 219 casos positivos na região. Barbosa se reuniu com o governador João Doria (PSDB) após ter sido anunciada a prorrogação da quarentena até o dia 31 deste mês. “Reiterei como necessária a restrição de acesso ao Sistema Anchieta-Imigrantes para evitar a ida de turistas para a Baixada Santista, o que contribui para a disseminação do coronavírus”, disse. Segundo o prefeito, o governo estuda medidas para isso.

A Baixada é a primeira região a receber o impacto do coronavírus fora da região metropolitana de São Paulo, o que dá uma ideia do que ainda pode acontecer em outras regiões do interior. Na região, oito das nove cidades tiveram casos nas últimas 24 horas. Em cinco delas – Santos, Praia Grande, Guarujá, São Vicente e Cubatão – houve ao menos um novo óbito. Depois de Santos, Praia Grande (578 casos e 37 óbitos) e Guarujá (304 casos e 23 mortes) são as cidades com maior incidência da covid-19.

Mongaguá e Bertioga ainda não registraram mortes pelo coronavírus. Em Santos, foram 139 casos em 24 horas – aumento de 14,1%. No mesmo período, foram confirmadas mais cinco mortes. Dos pacientes internados, 142 ocupam leitos de UTI. Doentes de outras cidades internados em Santos já representam 50,3% do total.

*Com informações do portal Terra

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país

Outras - notícias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest