Após chuva forte e estragos, Defesa Civil vistoria Peruíbe

Apesar dos danos, não houve feridos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Trecho de avenida engolido pela erosão (Defesa Civil do Estado de SP)

Atingida por uma forte chuva, que provocou estragos em várias partes da cidade, Peruíbe, no litoral de São Paulo, passou por uma vistoria da Defesa Civil Estadual. O temporal levou, em 24 horas, a acumulados de 255 mm.

Durante a vistoria, os técnicos identificaram 8 pontos de escorregamento pela Serra do Guaraú, sendo que um deles causou a interdição total da via. Não houve registro de vítimas. Também pela Avenida Mario Covas Junior (Beira Mar) houve 3 pontos de erosão, sendo que 2 pontos causaram interdição parcial e um deles interdição total da via.

Nos bairros de Caraguava e Ribamar, vários pontos de alagamento se formaram, afetando várias residências. Até o momento, 30 casas foram interditadas e 60 pessoas desalojadas. As vias permanecem interditadas, pois ainda há risco de novos deslizamentos.

Após solicitação de apoio da prefeitura, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cepdec/SP) permanece com a equipe no município, juntamente com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), para realizar vistorias emergenciais, avaliar as áreas mais afetadas e dar suporte técnico nas ações de resposta.

“Neste momento, o município de Peruíbe se encontra em estado de alerta, com previsão de grandes acumulados para as próximas horas. A Defesa Civil Estadual permanece monitorando, 24 horas, esta região por meio do nosso Centro de Gerenciamento de Emergências, pois há risco de novos deslizamentos”, afirmou o Tenente-Coronel PM Rodrigo Quintino, Diretor do Departamento de Proteção e Defesa Civil.

*Com Gov do Estado de SP

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas