Mortes no litoral sobem para 19 e há 29 desaparecidos

Afetados pela chuva recebem doações e ajuda do Estado e municípios.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Local onde Bombeiros foram soterrados no Morro do Macaco Molhado, no Guarujá
(Governo do Estado de SP/Reprodução)

A Defesa Civil do Estado de São Paulo atualizou na manhã de hoje (4) o número de vítimas e desaparecidos no litoral sul de São Paulo. Até agora 19 pessoas tiveram a morte confirmada e outras 29 ainda estão desaparecidas.

Segundo o boletim da Defesa Civil, as mortes aconteceram em três cidades: Guarujá (15 óbitos e 22 desaparecidos), Santos (3 óbitos e 5 desaparecidos) e São Vicente (1 óbito e 2 desaparecidos).

O número atual de desabrigados é de 155 no Guarujá, 6 em São Vicente e 37 em Santos.

Ajuda



O Governo do Estado de São Paulo iniciou o envio de ajuda humanitária para apoio e atendimento a centenas de desabrigados e desalojados devido a chuvas intensas na Baixada Santista. A Defesa Civil do Estado e o Fundo Social de São Paulo coordenam a remessa de 4,6 toneladas de materiais para vítimas nas cidades de Guarujá, Santos e São Vicente.

O trabalho de atendimento é feito com apoio das prefeituras e entidades assistenciais do litoral. Colchões, cobertores, cestas básicas, água sanitária e água potável também serão enviados aos municípios afetados.

Ontem (3), o governador João Doria estimulou a comunidade a fazer doações para ajudar as vítimas das chuvas no litoral.

“Quero fazer um apelo para aqueles que puderem e quiserem se solidarizar, podem fazer doação de água mineral, colchões novos e itens de higiene pessoal. Podem entregar por meio do Fundo Social ou da Defesa Civil de Santos, do Guarujá e São Vicente. Toda ajuda é bem-vinda”, disse Doria.

O Fundo Social de São Paulo informou que os municípios da Baixada Santista estão sendo atendidos com produtos e mantimentos. Já foram entregues 200 galões de água mineral, 190 garrafas de suco, 700 mantas e cobertores e 55 caixas de roupas.

Na capital, as doações podem ser entregues no depósito do Fundo Social de São Paulo, na avenida Marechal Mário Guedes, 301, no bairro do Jaguaré, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Já nos municípios afetados, os pontos de arrecadação são definidos e informados pelas prefeituras.

*Com informações do Governo do Estado de SP

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas