Nathan Torquato é recebido com festa em Santos após ouro em Tóquio

Nathan Torquato é o primeiro medalhista no parataekwondo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Francisco Arrais e Raimundo Rosa/Pref. de Santos)

Campeão paralímpico, Nathan Torquato desfila em caminhão de bombeiros pelas ruas de Santos Primeiro medalhista de ouro no parataekwondo na história dos Jogos Paralímpicos, o atleta da Fundação Pró-Esportes de Santos (Fupes), Nathan Torquato, orgulho de Santos e do Brasil, chegou na Cidade nesta segunda-feira (6). Ele teve uma recepção digna de herói olímpico, desfilando junto com seu técnico, Rodney Saraiva, em carro aberto do Corpo de Bombeiros.

“É uma sensação única. Ganhar a medalha de outro lá e chegar aqui sendo recepcionado tão bem pela Cidade de Santos, que me ajudou a estar lá e a disputar em alto nível. Só tenho a agradecer a Fupes e a Prefeitura de Santos. De coração, estou muito feliz e orgulhoso de representar a Cidade mundo afora”, comemorou o atleta de 20 anos.

O desfile teve início por volta das 10h saindo da Avenida Martins Fontes, na entrada da Cidade, passou pelo Túnel Rubens Ferreira Martins, Av. Waldemar Leão, Av. Engenheiro Luiz La Scala Júnior, Rua Prudente de Moraes, Av. Ana Costa, deu a volta na Praça Independência, retornou pela Av. Bartolomeu de Gusmão e entrou na Av. Coronel Joaquim Montenegro (Canal 6) antes de chegar, por volta do meio-dia, na Av. Afonso Pena, 263.

O local é o endereço da Academia Rodney Saraiva, onde o atleta treina diariamente e se preparou para se tornar campeão paralímpico. Durante o percurso, o atleta e o treinador foram ovacionados pela população.

(Rogério Capela/CPB)

“A conquista dele é um orgulho para todos nós. Santos tem um histórico de conquistas em diversas modalidades, tanto nos Jogos Olímpicos como também nas Paralimpíadas, fruto da vocação esportiva da nossa Cidade e do trabalho bem realizado pela Fupes”, ressalta o prefeito Rogério Santos.

Nathan Torquato venceu a categoria K44 (até 61kg), da modalidade estreante em Tóquio, com uma campanha perfeita. Foram três vitórias até a decisão, quando enfrentou o egípcio Mohamed Elzayat. O adversário não apresentou condições ideais de luta e a medalha de Nathan foi confirmada após interrupção do árbitro nos primeiros segundos, após os primeiros golpes.

“Usamos a adversidade da pandemia e do adiantamento dos Jogos Olímpicos a nosso favor. O Nathan chegou muito preparado e conquistou esse ouro para o Brasil. Temos que agradecer a Deus, a toda equipe de treinamento e à Fupes. Porque a maioria das cidades deixou de auxiliar os seus atletas durante a pandemia, mas, aqui em Santos, o incentivo permaneceu todos os meses”, destacou o técnico Rodney Saraiva.

Por Pref. de Santos

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas