Santos espera receber quase 400 mil turistas no fim de semana prolongado

Ocupação dos hotéis no fim de semana passa de 76%
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Arquivo/Pref. de Santos)

A Prefeitura de Santos, no litoral sul do Estado, espera receber 369 mil turistas durante o fim de semana prolongado de Independência. A estimativa é da Seção de Pesquisa Turística, da Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur).

Segundo comunicado da Prefeitura, o cálculo é feito com base na quantiade de veículos que devem passar pelo Sistema Anchieta/Imigrante. O monitoramento das duas rodovias é feito pela Ecovias. A concessionária espera entre 265 mil e 410 mil veículos seguindo em direção à Baixada Santista.

“A Prefeitura está trabalhando em parceria com atrações turísticas, comércios, hotéis, para que nossos turistas sejam bem recebidos e aproveitem estes dias com respeito a todos os protocolos de prevenção ao novo coronavírus”, diz Selley Storino, secretária de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo de Santos, em nota.

A rede hoteleira da cidade registrava, até a quinta-feira, ocupação de 76% durante o pico do feriado, sábado e domingo. Considerando os quatro dias de feriado, a média de ocupação ficou acima da metade, 51%. O levantamento é realizado com 14 hotéis da Cidade (um total de 1.809 apartamentos).

“Sabemos que muitas vezes as pessoas deixam as reservas para última hora, aguardando a confirmação de tempo bom ou outros fatores pessoais, mas podemos dizer que esse feriado já é o início da recuperação prevista para setembro, culminando em uma grande temporada”, destaca Heitor Gonzalez, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira, por meio da nota.

Ainda de acordo com Gonzalez, as viagens de curta distância devem ser a principal opção dos turistas este ano e a Baixada Santista será um dos principais destinos.

“A tendência é que as pessoas apostem em viagens de carro, com no máximo três horas até o destino, evitando longas distâncias, aeroportos e voos, por exemplo”, acrescenta.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas