Santos inaugura leitos para atender pacientes com Covid-19

Unidades ficam na UPA central
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Anderson Bianchi/Pref. de Santos)

A prefeitura de Santos, na Baixada, inaugurou 60 novos leitos da Unidade de Pronto Atendimento Central. As vagas da UPA vão ser destinadas para o atendimento de pacientes com Covid-19.

Segundo comunicado divulgado pelo município, 40 unidades são para atendimento de clínica médica e 20 para pacientes em UTI. Com eles, a rede municipal de saúde de Santos passa a contar com 389 leitos para Covid-19, sendo 240 para clínica médica e 149 voltados à UTI.

Antes, eram 200 leitos para clínica médica e 129 de UTI, sob gestão municipal, distribuídos entre os hospitais Vitória, Complexo da Zona Noroeste, Complexo dos Estivadores, Santa Casa e Beneficência Portuguesa.

O funcionamento dos novos leitos da UPA Central, ativados para o enfrentamento da pandemia, foi anunciada pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa na noite deste domingo (20), durante transmissão ao vivo pela internet.

“Foi um importante investimento que fizemos em prédios próprios, para que não falte atendimento às pessoas. Ninguém está e ninguém ficará sem atendimento. Esse é o nosso compromisso”, ressaltou o prefeito.

Atualmente, há 756 leitos covid-19 disponíveis em Santos, entre as redes pública e particular. A taxa de ocupação geral está em 38%. Entre os leitos de UTI, a ocupação é de 47%.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas