Santos multou 10 pessoas sem máscara, em média, por dia desde o começo do mês

Desde o começo do mês, decreto determina uso obrigatório de máscara.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Mais quatro pessoas foram multadas nas últimas horas desta terça-feira (21) pela Guarda Civil Municipal (GCM), em Santos, litoral sul paulista, por se recusarem a utilizar máscara facial em vias públicas da cidade. Desde o começo do mês, quando entrou em vigor o decreto que obriga uso de máscara, foram aplicadas, em média, 10 multas por dia.

(Arquivo/Isabela Carrari/Pref. de Santos)

Só hoje, duas autuações foram aplicadas na Região da Orla e outras duas na Zona Noroeste. O total de pessoas punidas no município chega a 221.

Estabelecida pelo Decreto Municipal 8.944, de 24 de abril, a multa aplicada é de R$ 100 e acarreta inscrição na Dívida Ativa de Município caso não seja quitada no prazo determinado, impossibilitando emissão de certidão negativa de débito tributário.

No comércio, a equipe de fiscalização da Prefeitura vistoriou 32 estabelecimentos nesta terça-feira, sendo 15 dessas visitas decorrentes de denúncias prestadas por munícipes (153) ou Ouvidoria Digital, que relataram, entre outras irregularidades, desrespeito às regras de prevenção à covid-19.

Em dois casos houve intimação para adequação das atividades e em 13 locais os comerciantes foram orientados quanto aos protocolos para atendimento ao público. A ação durante o dia incluiu lojas, lanchonetes e ambulantes. À noite, a equipe da Secretaria de Finanças (Sefin) percorre bares e restaurantes.

*com informações da Prefeitura de Santos

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas