Pix: Procon pede explicações a Mercado Pago e NuBank

Clientes dizem que foram cadastrados sem autorização
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Arquivo/Procon/Reprodução)

O Procon de São Paulo pediu explicações ao Mercado Pago e ao Nubank sobre o cadastramento de chaves Pix sem o consentimento dos clientes. De acordo com o órgão, os consumidores também enfrentam dificuldade de cancelamento da chave nas duas empresas. 

“O Procon-SP notificou o Nu Pagamentos e o Mercadopago.com pedindo explicações sobre ocorrência de cadastros das chaves de segurança do meio de pagamento Pix sem a solicitação do cliente e também sobre dificuldades de cancelamento”, disse o Procon-SP em nota.

Entre outros, o órgão pediu esclarecimentos às empresas sobre os canais utilizados para ofertar e disponibilizar o cadastro dos consumidores ao Pix; como o cliente dá a confirmação ou anuência inequívoca ao cadastro; e como o consumidor pode efetuar o cancelamento do Pix. 

Em nota, o Nubank confirmou que recebeu a notificação do Procon-SP e que responderá aos questionamentos. A empresa disse que todas as chaves foram cadastradas com a devida autorização dos clientes e que possui os consentimentos devidamente documentados.

“O Nubank esclarece, ainda, que, em um universo de mais de seis milhões de pessoas com chaves cadastradas, recebeu apenas duas reclamações a respeito de consentimento. Essas pessoas foram contatadas e apresentamos com sucesso as evidências de que haviam, sim, dado autorização”, disse em nota.

O Mercado Pago foi procurado, mas ainda não se manifestou.

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil 

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas