Polícia Civil recebe primeiras viaturas blindadas da corporação

Estado vai distribuir as viaturas blindadas entre a Capital e Interior
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Gov. do Estado de SP)

As primeiras viaturas blindadas da história da Polícia Civil de São Paulo foram entregues hoje (12), durante coletiva de imprensa, pelo governador de São Paulo João Doria (PSDB). O governo do estado diz que investiu R$ 23,3 milhões na compra dos primeiros 105 veículos blindados da corporação.

A nova frota, com proteção adicional aos policiais, será distribuída para diferentes regiões do Estado e, do total, 37 veículos ficarão em unidades especializadas da capital, como DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), DENARC (Departamento de Narcóticos), DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa), DOPE (Departamento de Operações Policiais Estratégicas) e CERCO (Corpo Especial de Repressão ao Crime Organizado).

Outras 14 vão ser distribuídas na Grande São Paulo e 54 viaturas blindadas vão para o interior no DEINTER (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior).

Governador João Doria entrega 105 viaturas para a Polícia Civil do estado de São Paulo, as primeira blindadas da corporação
João Doria, governador do Estado de SP, durante entrega das viaturas blindadas

A Polícia Militar já recebeu 70 viaturas blindadas, que estão em operação desde dezembro de 2020, e estão adquirindo mais 125, segundo o Estado. Os veículos estão em unidades da PM, como Rota e BAEP. 

Segundo o General João Campos, São Paulo é o primeiro Estado a investir neste tipo de equipamento para policiais no Brasil.

*Com TV Cultura

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas