Presídios federais recebem testes rápidos de covid-19

Nos estados, secretarias ficam responsáveis pela distribuição.

Penitenciárias federais brasileiras já receberam testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus. Segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ao todo foram distribuídos para as unidades 87 mil testes rápidos de diagnóstico. Os testes começaram a ser entregues no início de junho. A medida tem o objetivo de isolar e tratar imediatamente presos infectados para evitar a propagação do vírus.

O número de testes distribuídos para cada unidade federativa foi de 10% do quantitativo de presos e servidores em presídios federais. Os resultados saem em até 15 minutos. Segundo o Depen, cada secretaria estadual de administração penitenciária, ou equivalente, deverá distribuir os testes para as localidades que entenderem pertinentes, considerando os critérios de incidência de casos suspeitos e confirmados.

Notíciasrelacionadas

Semanalmente, o Depen tem realizado reuniões por videoconferência com os coordenadores de saúde estaduais e do Distrito Federal. Além de um infectologista contratado pelo órgão, também participam desses encontros equipes técnicas do Ministério da Saúde. 

EPI

O Departamento Penitenciário também distribuiu equipamentos de proteção individual (EPI) de combate à covid-19. Entre os itens adquiridos para as unidades prisionais federais estão álcool a 70%, aventais descartáveis, luvas, máscaras cirúrgicas descartáveis e termômetros.

Por Karine Melo – Repórter da Agência Brasil 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo