Profissionais de educação começam a ser vacinados

Início da vacinação foi antecipado em todo Estado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Começa neste sábado (10) a vacinação de servidores da educação e professores no estado de São Paulo. Podem receber o imunizante apenas servidores da educação com mais de 47 anos que tenham feito cadastro no site Vacine Já  e recebido a confirmação do sistema.

O procedimento é necessário para a retomada das aulas presenciais, prevista para o dia 14 de abril.

Para receber a dose, o servidor deve entrar com dados de número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, ele receberá um link no e-mail indicado e será necessário validá-lo para dar continuidade ao cadastro.

Depois de validar o e-mail e o registro inicial, o profissional deve confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado.

Para as redes municipais, particulares e federal também é necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro.

Somente após o envio de todos os dados é que o cadastro passará por um processo de análise e validação por parte do diretor da escola. O servidor receberá um e-mail o comprovante “VacinaJá Educação” e um QRCode, quer permitirá que ele se dirija a uma unidade de saúde para receber a primeira dose da vacina contra o coronavírus.

Segundo o secretário da Educação de SP, Rossieli Soares, 465 mil pessoas preencheram o formulário.

Os profissionais serão vacinados em unidades básicas de saúde, pontos de drive-thru e escolas, de acordo com a organização de cada município, de acordo com informações da Secretaria da Educação do Estado.

por TV Cultura

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas