Bombeiros buscam mãe de GCM morto em cachoeira

Mãe do GCM pode estar perdida na mata.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp


O Corpo de Bombeiros entra no quarto dia de buscas pela mãe de um Guarda Civil Municipal de Itaquaquecetuba, desaparecida desde o fim de semana, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Iolanda Miranda, de 62 anos, e filho, Cristiano Vieira Vicentino, de 43, saíram de casa no sábado (7) para fazer trilha perto de uma cachoeira conhecida como Véu da Noiva.

Parentes sentiram falta dos dois no domingo (8) e avisaram os bombeiros. Horas depois, os policiais encontraram o corpo do GCM caído na região da cachoeira. Foi preciso o uso do helicóptero Águia, da PM, para retirar o corpo. A mãe do guarda não foi encontrada. O corpo do GCM foi enterrado na última segunda-feira (9).

Bombeiros durante as buscas (Corpo de Bombeiros/Reprodução)

Desde então, bombeiros percorrem a região de mata para encontrá-la, mas sem sucesso. As buscas foram suspensas durante a noite e são retomadas ao amanhecer.

Cães farejadores ajudam os bombeiros nas buscas.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas