Guarulhos cancela pontos facultativos no Carnaval

Cidade registra aumento de casos nas últimas semanas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A cidade de Guarulhos, na grande São Paulo, cancelou os pontos facultativos nos dias 16 e 17 de fevereiro, período de Carnaval. A medida, anunciada pela Prefeitura, é uma forma de evitar viagens dos moradores durante o feriado prolongado que possam provocar exposição ao coronavírus, como ocorreu nas festas de fim de ano. Segundo a cidade, após o Natal e o Réveillon houve aumento no número de pacientes por Covid-19.

Com os pontos facultativos cancelados, as repartições públicas vão funcionar normalmente.

“Se concedêssemos os pontos facultativos, boa parte da população poderia viajar para regiões onde a infestação do coronavírus é maior, acarretando mais uma sobrecarga no sistema de saúde pública, a exemplo do que vem ocorrendo nesta primeira quinzena de janeiro”, disse o prefeito Guti por meio de comunicado.  

A nota diz também que na última quinta-feira (14), durante reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, Guti sugeriu a suspensão de pontos facultativos em todo Brasil. Também participaram da reunião mais de cem chefes de executivo municipal, da Frente Nacional de Prefeitos.

Casos

Até o meio da tarde de hoje (16), Guarulhos contabilizava 1.782 mortes por covid-19 desde o início da pandemia. A cidade, que vive um aumento no número de casos nas últimas semanas, confirmou até agora 30.312 casos da doença. Os hospitais que recebem os pacientes mais graves apresentam 68,3% das UTIs ocupadas e 61,1% dos leitos de enfermaria com doentes.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas