Voo do Reino Unido é fiscalizado em Cumbica

Passageiros foram proibidos de acessar o Duty Free
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizou, na madrugada de sexta-feira (25), ações de fiscalização e acompanhamento no último voo vindo do Reino Unido, antes do início da proibição de pouso em solo brasileiro, prevista na Portaria 648/2020. Segundo a agência reguladora, nenhum passageiro ou tripulante declarou ter sintomas de covid-19 durante o voo.

A aeronave chegou ao Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos, e os procedimentos de desembarque foram acompanhados por fiscais da Anvisa,  delegados da Receita Federal e da Polícia Federal.

Conforme a Anvisa, os cuidados na operação incluíram proibição de acesso ao Duty Free, no desembarque dos passageiros pelo Terminal 3, feito em horário reservado. A operação durou aproximadamente 45 minutos, sem registro de intercorrência.

Portaria

A portaria proibiu, em caráter temporário, a entrada no país de voos com origem ou passagem pelo Reino Unido e Irlanda do Norte. A medida foi adotada após ter sido identificada nesses países uma variante do novo coronavírus (covid-19) que, segundo especialistas, teria uma capacidade de transmissão superior à das versões até então conhecidas.

Os passageiros receberam mensagem sonora dentro da aeronave, em solo brasileiro, informando que ao ingressar no país, deveriam permanecer em quarentena por 14 dias, que haveria fiscalização no interior da aeronave, antes do desembarque. Os passageiros e tripulantes foram orientados sobre o monitoramento dos viajantes por autoridades brasileiras de saúde.

Foi feita também a solicitação de informações sobre os passageiros e tripulantes à empresa aérea e as informações foram enviadas para autoridades competentes. Após o desembarque foram cumpridos os procedimentos de limpeza e desinfecção da aeronave e acompanhamento dos passageiros até a área de imigração, tendo sido orientados para o distanciamento social e evitando a aglomeração.

Por Camila Boehm, da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas