Greve: Prefeitura da Capital Vai à Justiça Tentar Garantir Combustível

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A prefeitura de São Paulo entrou com uma ação na Justiça, nesta quinta-feira (24), para garantir combustível para os ônibus do sistema de transporte público e os caminhões da coleta de lixo. “São citados no pedido à Justiça o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo e o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo e Região”, afirma nota.

Filas em postos são divulgadas nas redes sociais
Foto: Instagram

Com a ação, a prefeitura tenta evitar um colapso no abastecimento de combustível de serviços essenciais. A falta de óleo diesel é resultado da greve dos caminhoneiros, que está no quarto dia e não tem previsão para terminar.

Também nesta quinta, o município autorizou as garagens de ônibus a reduzir a frota em 40% entre 10h e 16h para economizar combustível. Nos horários de pico, a quantidade de coletivos deve se manter normal.

“O governo municipal solicita, ainda, a fixação de multa diária de R$ 1 milhão em caso de descumprimento”, enfatiza.

Clique aqui e saiba mais sobre o rodízio de veículos em São Paulo.

(leia aqui a petição completa)

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas