Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Eleitores de Evo Morales morrem em protesto

(RTP/Reprodução)


Pelo menos cinco eleitores que declaram apoio ao ex-presidente Evo Morales, exilado no México, morreram durante protestos que foram reprimidos com violência pelos militares. Segundo relatos, manifestantes entraram em conflito com a polícia em Cochabamba.

Segundo agências de notícias internacionais, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos confirmou as mortes e apontou para um número indeterminado de feridos. Para a Comissão, houve “uso desproporcional da força policial e militar”, que teriam usado armas de fogo para reprimir manifestantes.

Oficiais das Forças Armadas disseram à imprensa local que os manifestantes usavam armas letais, mas nenhum militar ficou ferido.

Manifestação na Bolívia (Twitter/via Fotos Públicas)

Na sexta-feira, em entrevista a Associated Press, Evo Morales solicitou a presença da Organização das Nações Unidas (ONU) para mediar a crise no país e admitiu pedir intervenção da Igreja Católica e do Papa Francisco. Evo reafirmou que foi vítima de um golpe.

O ex-presidente renunciou após suspeitas de fraude nas eleições de 20 de Outubro, levantadas pela Organização dos Estados Americanos (OEA). A eleição havia garantido a Evo o quarto mandato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by