Youtuber fatura R$ 19 mi com empresa de segurança

Franquia de segurança tem 25 unidades.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Canal digital com mais de cinco milhões de visualizações foi o pontapé inicial para o negócio que já vendeu mais de um milhão de equipamentos de segurança em todo país.

Heverton Guimarães, sócio fundador da SuperSeg Brasil (Léo Barrilari/Superseg Brasil)


Com mais de 11 milhões de visualizações no Youtube, o analista de sistemas Heverton Guimarães virou referência na internet com dicas sobre equipamentos de segurança patrimonial. O canal dele, o maior do segmento no Brasil, tem hoje mais de 77 mil seguidores e deu origem a um negócio de R$ 19 milhões.

 “A ideia era ajudar não só técnicos, mas pessoas que quisessem instalar seus próprios equipamentos gastando pouco. Não imaginava que fosse dar tão certo”, lembra Heverton, que tem seguidores por todo o país.

 O início casual já ajudava a estruturar o mercado que lhe renderia lucros no futuro. A ideia ganhou corpo quando Heverton conheceu seu atual sócio, Evandro Machado. Empreendedor por natureza, foi ele o responsável por transformar o canal no Youtube em uma empresa que distribui equipamentos do setor para instaladores em todo o Brasil.

 “Esse cara veio de uma família de empreendedores e isso me cativou. Foi dele a ideia de usar a popularidade do canal para abrir uma empresa do setor. O começo foi terrível,  com praticamente zero de investimento, mas pouco a pouco foi dando certo”, relembra Heverton.

Helton, Heverton e Evandro, proprietários da Superseg Brasil (Léo Barrilari/Superseg Brasil)

 A SuperSeg, que ele administra ao lado do irmão, Helton Cézar, e do sócio, Evandro, vendeu mais de um milhão de equipamentos de segurança ao longo dos últimos cinco anos. A empresa faz parte do Grupo Protemaxxi, responsável por quatro marcas diferentes no ramo da segurança eletrônica.

 O negócio virou franquia em 2017. O trio já conta com 25 lojas em operação nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, e Rondônia.

O plano de metas é ousado: a SuperSeg Brasil quer chegar a 50 unidades até o fim do próximo ano. O setor de segurança eletrônica cresce, em média, 8% ao ano, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese).

“As pessoas estão cada vez mais preocupadas com seu patrimônio e as tecnologias estão deixando este tipo de sistema cada vez mais barato. No passado apenas as mansões contavam com equipamentos de ponta. Hoje isso está ao alcance de boa parte da população”, finaliza.

Ficha técnica

  • Ano de Fundação: 2016
  • Ano no Franchising: 2017
  • Formatos oferecidos: Loja de rua
  • Unidades Próprias: 1
  • Unidades Franqueadas: 24
  • Investimento total: De R$ 70.000,00 a R$ 80.000,00
  • Taxa de Franquia: R$ 35.000,00
  • Capital de giro: De 24.000,00 a R$ 35.000,00
  • Área média para instalação: A partir de 30m2
  • Quantidade de funcionários: 3
  • Royalties: Dois salários mínimos
  • Taxa de Publicidade: Meio salário mínimo
  • Faturamento Médio (R$): R$ 45.000,00
  • Lucratividade: 20-25%
  • Prazo de Retorno Médio (meses): de 14 a 18 meses

Acompanhe nossos Podcast
Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast