“Políticos são nossos empregados”, diz cantor Jorge Vercillo

Cantor foi entrevistado por Roseann Kennedy.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por  Roseann Kennedy

Jorge Vercillo durante entrevista à jornalista Roseann Kennedy (TV Brasil/Reprodução)

O cantor Jorge Vercillo, que está em turnê nacional com o espetáculo “Nas Minhas Mãos”, tem aproveitado as apresentações para estimular o debate sobre cidadania e a importância da participação popular na vida política do país. “Cidadania é você entender que não é o dono da verdade”, afirma. Para ele, a população também precisa ter ciência de que os políticos são seus empregados.

Vercillo conversou com a jornalista Roseann Kennedy, no programa Impressões, da TV Brasil, que vai ao ar nesta terça-feira (25), às 23h. Ele deixou claro que, muito além da carreira artística, queria falar sobre o clima hostil nas redes sociais, a polarização partidária e os processos de mudança no país. “Eu tô falando muito nisso, nas entrevistas e nos shows, porque é onde eu posso ajudar”.

No novo álbum, o artista gravou a música Garra, em parceria com ojogador de futebol Ronaldinho Gaúcho. A letra fala de corrupção, do jogo sujo de quem governa em causa própria e diz que isso tem de acabar. A dobradinha repercutiu nas redes sociais. “Nas minhas redes eu aprendo muito, mas sem agressividade. Vamos trocar informação. Senão, tanta gente inteligente fica sendo mais burra do que um animal, que é muito mais inteligente”, comparou.

Jorge Vercillo ressaltou que o brasileiro é um povo maravilhoso, generoso e não é corrupto. É um povo sobrevivente de uma chuva de meteoros. Mas existe toda uma artimanha, um sistema de poder, montado para emburrecer as pessoas. E é isso que a gente tem mudado”, disse.

O cantor acrescentou que só o povo pode melhorar o Brasil e não os políticos. “Porque são pessoas que entram pra política na boa intenção, mas que se veem dentro de um sistema podre. O modus operandi, a maneira de fazer política é muito arcaica no Brasil”. E concluiu: para melhorar “é só a população deixar dessa coisa infantil, inútil, dessa briga entre esquerda e direita”.  

Serviço:

  • Programa Impressões – TV Brasil
  • Terça (25), às 23h
  • Sábado (29), às 20h30
  • Domingo (30), às 23h30

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas