Quésia Neves vence e vai cantar “Acabou”, de Cleverson Luiz

Compositor escolheu intérprete da canção por meio de um concurso
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Quésia Neves, cantora (Wagner Figueiredo/Divulgação)

A cantora catanduvense Quésia Neves venceu o concurso musical organizado pelo compositor Cleverson Luiz, que foi realizado no Bar Templo, em São Paulo. Com uma votação expressiva através das redes sociais, Quésia venceu a segunda colocada, Tainá Fernandes, com uma vantagem de 3400 votos. 

A disputa final ocorreu no fim de semana, com transmissão ao vivo pela internet. Com a vitória, Quésia terá como prêmio o direito de gravar a canção “Acabou” e usá-la como música de trabalho. Além disso, também ganhou a gravação de um clipe.

Quésia agradeceu a todos que votaram para que ela conquistasse a vitória no concurso. “Estou muito feliz. O sentimento que me define é gratidão. Gratidão a minha cidade, gratidão a vida”, disse emocionda.

Sobre Quésia Neves

Natural de Catanduva, Quésia iniciou sua carreira profissional como cantora em 2019. Antes disso, a catanduvense se apresentava apenas em corais de igreja, mas logo em seguida começou a se apresentar como backing vocal em alguns grupos de pagode de Catanduva.

Em 2019, Quésia participou do quadro Dez ou Mil, no Programa do Ratinho, quando ganhou o prêmio máximo e chamou a atenção dos jurados. Em fevereiro de 2020 lançou carreira solo e passou a ser agenciada pela CMX Música & Entretenimento e JP Produção e Arte.

Sobre o Concurso

A ideia do concurso musical surgiu depois que o Cleverson Luiz compôs a canção “Acabou”. Ele decidiu lançar a competição onde as participantes deveriam enviar um vídeo cantando a música. Depois da triagem dos vídeos, quatro cantoras foram selecionadas para participar das fases eliminatórias, dentre elas, Quésia Neves, que passou em todas as fases e sagrou-se como campeã.

*AI

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas