Em entrevista, Jô Soares disse que queria deixar ‘alegria’ e ‘esperança’

Em entrevista à TV Cultura, Jô Soares também disse que não tinha medo da morte

O apresentador e humorista Jô Soares faleceu aos 84 anos de idade na madrugada desta sexta-feira (5). O “gordo”, como era carinhosamente chamado, foi um dos maiores nomes da história da Televisão brasileira.

Ainda em março de 2020, em entrevista a Marcelo Tas no Provoca, da TV Cultura, o escritor já havia falado sobre sua eventual partida. “Eu não tenho medo da morte, eu tenho medo é de ficar improdutivo”, afirmou Jô na ocasião.

“Já vivi 82 anos”, comentou o apresentador. Ao ser questionado sobre a mensagem que desejava passar, ele respondeu que queria deixar “alegria” e “esperança” ao partir. “(Gostaria de saber) que eu pude contribuir com a melhoria de algumas pessoas”, completou.

Jô escreveu cinco livros, participou de 22 filmes e apresentou seu programa de entrevistas por 25 anos. Diversos clubes de futebol e famosos se pronunciaram e prestaram suas homenagens ao “gordo”.

Confira a entrevista completa:

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.